Busca avançada
Ano de início
Entree

Mapa de propagação de potenciais elétricos a partir de matriz de microeletrodos

Processo: 17/00010-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de junho de 2017
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2017
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Biomédica
Pesquisador responsável:Idágene Aparecida Cestari
Beneficiário:Daniel Seiei Uehara Tamashiro
Instituição-sede: Instituto do Coração Professor Euryclides de Jesus Zerbini (INCOR). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:12/50283-6 - Suporte circulatório em pacientes pediátricos: dispositivo de assistência ventricular e oxigenação extracorpórea, AP.TEM
Assunto(s):Estimulação cardíaca artificial   Microeletrodos   Potencial elétrico   Miocárdio   Técnicas e procedimentos diagnósticos

Resumo

A mudança da concentração iônica em estruturas biológicas é resultado de reações bioquímicas e fenômenos que mudam a anatomia local. O fluxo de íons causado por esses processos gera biopotenciais que tem relevância diagnóstica e podem ser utilizados no estudo de sistemas biológicos. O coração saudável garante fluxo adequado aos tecidos periféricos, o qual é caracterizado por sinais elétricos. Estes são utilizados no diagnóstico médico, uma vez que eles evidenciam o funcionamento correto do coração. Deste modo, distorções na morfologia e duração dos potenciais elétricos revelam anomalias no músculo cardíaco. O presente projeto a ser desenvolvido propõe como objetivo o mapeamento de potenciais elétricos cardíacos em coração isolado de rato em preparação de Langerdorff, durante estimulação cardíaca. Os eletrodos (n=16) serão fabricados utilizando-se fios de prata fundidos por calor e inseridos em uma bolsa polimérica com geometria compatível com o coração do animal e configurarão uma matriz de eletrodos. Os sinais elétricos serão registrados em sistema condicionador desenvolvido e utilizado na Divisão de Bioengenharia. Será desenvolvida um algoritmo para permitir determinar a visualização da propagação temporal e espacial dos potenciais gerados pelo coração e determinação dos intervalos de interesse.