Busca avançada
Ano de início
Entree

Inspeção automática de qualidade de superfícies para avaliação quantitativa de chapas estampadas na indústria automotiva

Processo: 17/13388-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE  
Vigência (Início): 01 de julho de 2017
Vigência (Término): 31 de março de 2018
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Mecânica - Processos de Fabricação
Pesquisador responsável:Jorge Augusto de Bonfim Gripp
Beneficiário:Jorge Augusto de Bonfim Gripp
Empresa:Autaza Tecnologia Ltda
Vinculado ao auxílio:16/08361-0 - Inspeção automática de qualidade de superfícies para avaliação quantitativa de chapas estampadas na indústria automotiva, AP.PIPE
Assunto(s):Controle da qualidade   Análise quantitativa   Automação industrial   Redes neurais (computação)   Visão computacional   Indústria automobilística   Carroçaria

Resumo

A qualidade percebida de um carro juntamente com o seu design são as primeiras impressões que podem motivar um cliente a adquirir ou não um veículo. Uma superfície da carroceria com alta qualidade é uma vantagem competitiva na indústria automotiva e aeronáutica. Dessa forma, os fabricantes de veículos realizam um rigoroso controle de qualidade durante a produção de peças da carroceria, de forma a garantir a uniformidade na fabricação, a fidelidade com o modelo projetado e a ausência de ondulações ou marcas indesejadas. Atualmente, o método de inspeção da qualidade de superfícies é feito de forma visual, por um inspetor treinado para identificar e classificar os defeitos. Os defeitos são classificados conforme o seu nível de severidade e a fonte do erro, por exemplo, marca de ferramenta, raio corrido, afundamento de canto ou ondulações locais. Além de ser um trabalho intenso e repetitivo, este método está sujeito à subjetividade da avaliação do inspetor. Este projeto de pesquisa apresenta uma solução automática de inspeção de superfícies, que melhorará a objetividade, reprodutibilidade e celeridade do processo. Para tal, desenvolvemos equipamentos de visão computacional, equipamentos de iluminação e software para a automação de processos de inspeção de qualidade de superfícies, com robustez para a utilização em ambientes severos de trabalho na indústria. Ao reconhecer o potencial de inovação dos protótipos desenvolvidos neste projeto, seus três membros executores constituiram a Autaza em 17 de março de 2016, tendo a GM como seu primeiro cliente. A empresa Autaza é uma startup resultante de um projeto de pesquisa e desenvolvimento de aproximadamente três anos entre a indústria automotiva General Motors (GM) em São Caetano do Sul-SP e o Centro de Competência em Manufatura (CCM-ITA), um laboratório do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) em São José dos Campos-SP. (AU)