Busca avançada
Ano de início
Entree

Sistema multicanal de aquisição de dados com processamento digital de pulsos para detecção de radionuclídeos

Processo: 17/16296-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE  
Vigência (Início): 01 de junho de 2017
Vigência (Término): 30 de setembro de 2017
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Nuclear - Aplicações de Radioisótopos
Pesquisador responsável:Luana Soares Jorge
Beneficiário:Luana Soares Jorge
Empresa:Soluções e Instrumentações Avançadas Ltda. - ME
Vinculado ao auxílio:16/00933-5 - Sistema multicanal de aquisição de dados com processamento digital de pulsos para detecção de radionuclídeos, AP.PIPE
Assunto(s):Instrumentação nuclear   Detectores de radiação   Sistema de aquisição de dados   Sistemas de tempo-real   Processamento digital de sinais   Radionuclídeo

Resumo

Um dos maiores desafios das aplicações das radiações ionizantes, seja na medicina, indústria, segurança nuclear, entre outros, é o desenvolvimento de sistemas de aquisição de dados (DAQ) para detectar e processar o sinal da radiação de forma a quantificá-la em termos de uma grandeza adequada. Existem diversas pesquisas para o desenvolvimento de sistemas DAQ multicanal utilizando Processamento Digital de Pulsos (PDP) com dispositivos de lógica programável, como o FPGA (Field Programmable Gate Array), em tecnologias como a tomografia por emissão de positrons (PET - Positron Emission Tomography) e experimentos de física de partículas e plasma. Comparado com sistemas analógicos, um sistema DAQ com PDP fornece alto grau de confiabilidade e permite uma maior faixa dinâmica, ruído reduzido e tempo de resposta similar ou superior, aliando baixo consumo de energia e alta densidade de componentes. O objetivo desta proposta é projetar, construir e validar um sistema DAQ multicanal com PDP em tempo real que seja de baixo custo e performance otimizada para a detecção de radionuclídeos. Tal sistema será capaz de fazer a digitalização e o processamento de 16 canais analógicos, simultaneamente. Cada sinal analógico será condicionado por meio de um pré-amplificador e um filtro anti-aliasing e, a seguir, convertido em digital por meio de um conversor analógico-digital (ADC- Analog to Digital Converter). Os pulsos digitalizados serão processados em um FPGA e, posteriormente, transferidos para armazenamento e análise de dados em um computador. Os algoritmos em FPGA, a serem desenvolvidos nesta Fase 1, constituem outra possibilidade de inovação e permitirão o triggering, cálculo de energia e marcação de tempo de chegada de cada evento para, periodicamente, transferir os dados para um computador ou um módulo concentrador, de forma eficiente, para minimizar o tempo morto do sistema. O desempenho do sistema DAQ proposto será avaliado por meio de uma aquisição típica de dados a partir de uma fonte radioativa de calibração com um cristal cintilador acoplado a um fotodetector, em que as resoluções em tempo e energia deverão ser limitadas pelo detector em si e não pelo DAQ. Essa avaliação será realizada no Laboratório de Física Nuclear Aplicada (LFNA) do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN). Os resultados dos testes e avaliações deste sistema determinarão a viabilidade técnica-científica deste projeto, a qual possibilitará a construção de um sistema PET para pequenas regiões, como o pré-clínico ou para diagnóstico de câncer de mama, com performance superior e/ou custo inferior aos atuais. Além disso, o sistema DAQ também poderia ser adquirido por empresas que queiram utilizá-los em seus equipamentos para aplicações específicas, pois sua modularidade e reconfigurabilidade o torna flexível e adaptável para diversas aplicações. (AU)