Busca avançada
Ano de início
Entree

Introdução à teoria das cordas

Processo: 18/03628-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2018
Vigência (Término): 31 de março de 2019
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física das Partículas Elementares e Campos
Pesquisador responsável:Diego Trancanelli
Beneficiário:Marina Maciel Ansanelli
Instituição-sede: Instituto de Física (IF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/18634-9 - Dualidade gravitação/Teoria de Gauge, AP.TEM
Assunto(s):Teoria das cordas   Teoria quântica de campos   Mecânica quântica   Gravitação   Pesquisa bibliográfica

Resumo

Nos últimos 40 anos a teoria das cordas se desenvolveu como a melhor candidata à uma teoria unificada da natureza. Ela supõe que todas as partículas são diferentes harmônicos de pequenas cordas vibrantes, de modo similar à como os diferentes harmônicos de uma corda de violão correspondem a diferentes notas musicais. Essa premissa simples leva a implicações excitantes, ao resolver o problema centenário de reconciliar a teoria da gravitação de Einstein com as leis da mecânica quântica. Ela também leva a ideias inovadoras na matemática e ao desenvolvimento de ferramentas computacionais extremamente úteis mesmo em áreas aparentemente não relacionadas da física, por meio da celebrada dualidade entre teorias de calibre e cordas. Nesta iniciação científica começaremos com um estudo introdutório da teoria das cordas, seguindo o livro de graduação "A first course in String Theory" por Barton Zwiebach (MIT). (AU)