Busca avançada
Ano de início
Entree

As ondas de calor regionais em função das combinações em múltipla escala dos sistemas meteorológicos envolvidos

Processo: 18/16506-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2019
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Meteorologia
Pesquisador responsável:Ricardo de Camargo
Beneficiário:Isaque Saes Lanfredi
Instituição-sede: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Climatologia dinâmica   Mudança climática   Onda de calor   Simulação numérica   América do Sul

Resumo

Ondas de calor constituem um período prolongado com elevadas temperaturas potencialmente capaz de produzir impactos econômicos, biológicos e sociais. Com efeito, a literatura contém diversos trabalhos englobando uma ampla escala espaço-temporal dos sistemas meteorológicos envolvidos, indo desde estudos sinóticos de casos particulares, até a exploração das perturbações atreladas à dinâmica de baixa frequência. De fato, em uma perturbação de baixa frequência que favoreça temperaturas acima da média, eventualmente uma perturbação de frequência maior pode potencializar seus efeitos, dando origem às ondas de calor. Neste sentido, este projeto tem como objetivo identificar as ondas de calor em suas áreas de atuação regional sobre a América do Sul e em algumas partes do globo, identificando os padrões de teleconexões na maneira como eles atuam para favorecer os extremos de altas temperaturas. Pretende-se utilizar os dados de reanálise para identificar as regiões homogêneas de altas temperaturas em um novo critério metodológico envolvendo os mapas de sensibilidade, que será comparado com a técnica da Análise de Cluster para a sua validação. A caracterização das ondas de calor passará por técnicas de composições, Funções Ortogonais Empíricas e uso de Ondaletas, em uma análise multiescala também envolvendo as relações com a temperatura da superfície do mar e com o teor de umidade no solo. Posteriormente, os resultados serão sumarizados em estudos de casos dos eventos mais representativos, mostrando possíveis implicações em trabalhos futuros e na previsão climática sazonal, variabilidade das altas temperaturas, a partir de sucessivas aplicações dos mapas de correlações espaciais e dos compósitos de temperatura normalizada. Nelas as ondas de calor serão avaliadas por técnicas de composições, Funções Ortogonais Empíricas e uso de Ondaletas, em uma análise de multiescala também envolvendo as relações com a temperatura da superfície do mar e com o teor de umidade do solo. Os resultados serão sumarizados em estudos de casos dos eventos mais representativos, a fim de discutir possíveis implicações em estudos futuros e na previsão climática sazonal. Por fim, pretende-se também utilizar saídas de simulações numéricas do CMIP6 para avaliar como as ondas de calor poderão se comportar mediante aos diversos cenários de aumento global das temperaturas, analisando os possíveis impactos sociais. (AU)