Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização da resistência à corrosão da liga multicomponente Cr29.5 Co29.5 Ni35 Al4 Ti2 em ambientes salinos

Processo: 20/13225-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2021
Vigência (Término): 30 de junho de 2022
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica
Pesquisador responsável:Francisco Gil Coury
Beneficiário:Gabriella Barcellos Carneiro
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Engenharia de materiais   Resistência à corrosão   Resistência mecânica   Ligas de alta entropia   Endurecimento por precipitação   Aço inoxidável   Corrosão   Metais   Ductilidade   Caracterização

Resumo

Ligas multicomponentes são uma nova classe de materiais compostas por soluções sólidas concentradas. Atualmente, o foco tem recaído para ligas da chamada segunda geração, que são as ligas que contém duas ou mais fases. O principal foco de pesquisas nesta área está em (1) aumentar a tenacidade via efeitos TWIP/TRIP ou (2) aumentar a resistência mecânica a frio e a quente através da formação de precipitados nanométricos coerentes que aumentam a resistência cortando pouco a ductilidade. Diversas ligas do sistema CrCoNi possuem notória resistência à corrosão em meios salinos, com algumas composições se sobressaindo até a ligas de excelente resistência à corrosão como a Inconel 625. Um outro estudo em andamento mostrou que pequenas adições de Al e Ti levam à formação de precipitados nanométricos e coerentes nestas ligas. Entretanto, ainda não se sabe qual o efeito da precipitação na resistência à corrosão destas ligas; apesar de ser esperado que a resistência à corrosão seja piorada, o balanço entre ganho e perda é importante para se avaliar o potencial destas ligas em aplicações que exijam ao mesmo tempo boa resistência à corrosão e resistência mecânica. Neste trabalho a liga multicomponente Cr29.5Co29.5Ni35Al4Ti2 será produzida, conformada e tratada termicamente para se obter corpos de prova nas condições solubilizada e em duas diferentes condições envelhecidas para ensaio de polarização cíclica. O material após ensaio de corrosão será caracterizado e os resultados serão comparados entre si e com outras ligas CrCoNi bem como ligas comerciais como aços inoxidáveis e superligas de Ni.