Busca avançada
Ano de início
Entree

Novos métodos e estratégias para a recuperação de perfis de densidade de elétrons a partir de rádio ocultação para a região brasileira

Processo: 22/00276-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2022
Vigência (Término): 31 de outubro de 2023
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geodésia
Pesquisador responsável:Daniele Barroca Marra Alves
Beneficiário:Gabriel Oliveira Jerez
Supervisor no Exterior: Manuel Hernandez-Pajares
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Local de pesquisa: Universitat Politècnica de Catalunya (UPC), Espanha  
Vinculado à bolsa:21/05285-0 - Novas estratégias de recuperação de perfis provenientes de rádio ocultação GNSS considerando a atmosfera brasileira, BP.PD
Assunto(s):Sistemas de navegação global por satélite   Ionosfera

Resumo

A rádio ocultação (RO) por GNSS (Global Navigation Satellite Systems) permite investigações sobre a atmosfera terrestre. Dos satélites GNSS aos receptores a bordo dos satélites de baixa órbita (LEO - Low Earth Orbit), os sinais propagados sofrem diversas influências da atmosfera. O que torna possível calcular a refratividade, que fornece informações sobre a composição da atmosfera, tais como perfis de densidade de elétrons. Devido à homogeneidade de distribuição, informações provenientes da RO são especialmente importantes quando se consideram cenários como a atmosfera brasileira. Devido à sua localização, na região equatorial, o Brasil possui uma ionosfera complexa e dinâmica. Na técnica da RO, a inversão Abel é comumente usada para recuperação de perfis, com a suposição de atmosfera esfericamente simétrica. O desempenho da técnica é degradado devido a esta suposição, principalmente em casos como a recuperação de perfis de densidade de elétrons em regiões com elevados gradientes horizontais. Para superar esta limitação, alguns métodos alternativos surgiram, como o uso de informações ionosféricas adicionais para levar em conta sua variabilidade horizontal. Entretanto, quando regiões com elevados gradientes horizontais são considerados, este ainda é um tópico desafiador. Além disso, as estratégias de processamento adotadas consideram características globais, devido à cobertura da técnica. Neste contexto, este projeto tem como objetivo investigar e desenvolver novos métodos e estratégias de recuperação de perfis ionosféricos a partir da RO, considerando a região brasileira. Com este projeto, espera-se que produtos mais realistas sejam obtidos. A partir desses produtos, os modelos ionosféricos que utilizam dados RO, podem se beneficiar da inclusão de perfis mais acurados.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)