Busca avançada
Ano de início
Entree

Limas mecanizadas desenvolvidas para dentes decíduos comparada as convencionais, na instrumentação, tempo de preparo e qualidade de diferentes técnicas obturadoras em protótipos resinosos

Processo: 22/08413-1
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2023
Vigência (Término): 30 de abril de 2025
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Odontopediatria
Pesquisador responsável:Natalino Lourenço Neto
Beneficiário:Bianca Katsumata de Souza
Instituição Sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Dente decíduo   Microtomografia por raio X   Obturação do canal radicular   Preparo de canal radicular   Pulpectomia
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Dente decíduo | Microtomografia por Raio-X | Obturação do canal radicular | preparo de canal radicular | pulpectomia | Odontopediatria

Resumo

O campo da Endodontia teve grandes evoluções nos últimos anos, com avanço de técnicas mecanizadas e desenvolvimento de novos materiais para o preparo biomecânico do canal radicular, assim como as técnicas obturadoras. Apesar da modernização relevante, pouco se tem sobre instrumentos rotatórios desenvolvidos especificamente para dentes decíduos. Dessa forma, o objetivo do presente trabalho será avaliar o tempo e preparo biomecânico realizado com lima desenvolvida para dentes decíduos (Sequence Baby File - SBF) e compará-la com diferentes técnicas de instrumentação, bem como a qualidade de diferentes técnicas de obturação em protótipos de molares decíduos. Para tal, 150 canais de um segundo molar decíduo prototipado serão escaneados pelo sistema de MicroCT e divididos aleatoriamente em 6 grupos, de acordo com a instrumentação: Lima K, SBF rotatório, SBF reciprocante, ProDesign Logic 2 rotatório, ProDesign Logic 2 reciprocante e limas manuais M. O tempo efetivo de instrumentação será cronometrado. Após o preparo, um novo escaneamento será realizado e as imagens serão reconstruídas e alinhadas às iniciais. Através do software CTan®, as medidas de desvio do canal radicular, quantidade de resina remanescente, paredes tocadas e não tocadas, formação de degraus e perfurações radiculares serão realizadas. Em uma segunda etapa, 40 canais instrumentados com SBF serão divididos em 4 grupos: pontas endodônticas descartáveis, lima K, lentulo e ultrassom para obturação com a pasta endodôntica de hidróxido de cálcio e iodofórmio. Após obturados, um escaneamento final será realizado e o cálculo do percentual volumétrico de áreas de vazios serão analisados pelos softwares específicos. Todos os dados obtidos serão tabulados e submetidos a análise estatística, com nível de significância de 5%.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)