Busca avançada
Ano de início
Entree

Utilizacao de eletrodos tridimensionais recobertos com sno2-sb para eletroxidacao de poluentes organicos.

Processo: 03/07762-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2004
Vigência (Término): 31 de agosto de 2005
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Química - Tecnologia Química
Pesquisador responsável:Romeu Cardozo Rocha Filho
Beneficiário:Luis Augusto Martins Ruotolo
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Fenol   Tratamento de águas residuárias   Eletrocatálise

Resumo

O projeto de pesquisa propõe o estudo da eletroxidação de poluentes orgânicos utilizando-se ânodos tridimensionais. O material eletroativo escolhido foi o óxido de estanho dopado com antimônio (SnO2-Sb) por ser relatado na literatura como sendo o melhor eletrocatalisador de reações de oxidação de moléculas orgânicas. Este óxido será depositado pelo método de impregnação-calcinação sobre dois diferentes substratos: o titânio e o nióbio, na forma de placas planas e de esponjas. Os eletrodos obtidos serão caracterizados quanto à morfologia e composição utilizando-se as técnicas de difratometria de raios X e microscopia eletrônica de varredura, respectivamente. Serão comparados o desempenho (DQO e HPLC) destes eletrodos/substratos na oxidação da molécula padrão de teste, o fenol, e os resultados comparados com os relatados na literatura. A reação de oxidação será feita em fluxo, empregando-se altas velocidades de escoamento do eletrólito. Para cada valor de velocidade de escoamento será analisado o efeito da densidade de corrente elétrica aplicada. As respostas a serem obtidas serão a eficiência de corrente, o consumo energético e o rendimento espaço-tempo. Caso seja observada uma correlação entre as variáveis resposta e a concentração de fenol será proposto então um método de otimização do processo. (AU)