Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da ação estrogênica no núcleo dorsal da rafe sobre o comportamento exploratório de fêmeas no labirinto em cruz elevado e na arena

Processo: 04/07092-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2004
Vigência (Término): 30 de setembro de 2005
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Neuropsicofarmacologia
Pesquisador responsável:Telma Goncalves Carneiro Spera de Andrade
Beneficiário:Ricardo Amaro Viana
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Letras (FCL-ASSIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Assis. Assis , SP, Brasil
Assunto(s):Núcleos da rafe   Estrógenos   Ansiedade   Serotonina   Labirinto em cruz elevado

Resumo

Deficiências estrogênicas têm sido relacionadas com manifestação de ansiedade e depressão. Apenas recentemente foram localizados receptores para estrógeno no Núcleo Mediano da Rafe (NMR) e também no Núcleo Dorsal da Rafe (NDR). Sabe-se que ambos representam as principais fontes de inervação serotonérgica ascendente. O NDR se relaciona com o circuito cerebral do medo e da ansiedade, enviando importantes projeções para estruturas conhecidas como o sistema cerebral aversivo - a Matéria Cinzenta Periaquedutal Dorsal (MCPD), o hipotálamo medial e a amígdala. Estudos anteriores realizados em nosso laboratório mostraram que a microinjeção direta de Benzoato de Estradiol (BE) no NMR ocasionou ansiólise no Labirinto em Cruz Elevado. Este efeito foi antagonizado pela administração prévia de Way 100635, um antagonista de receptores 5-HT1A. Assim, através do presente estudo, procuraremos verificar se esta mesma substância microinjetada no NDR ocasionaria alterações sobre respostas comportamentais em testes animais de ansiedade e se a ação desta droga estaria relacionada com a ação de receptores 5-HT1A. Essas manipulações centrais serão realizadas em fêmeas ovariectomizadas. (AU)