Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterizacao dos canions urbanos em areas de ocupacao informal e autoconstrucao da regiao metropolitana de sao paulo para definicao de condicoes de contorno da camada limite urbana.

Processo: 04/13582-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2005
Vigência (Término): 20 de setembro de 2005
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Meteorologia
Pesquisador responsável:Hugo Abi Karam
Beneficiário:Tessio Novack
Instituição-sede: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Camada limite atmosférica

Resumo

Este trabalho tem como objetivo mapear os cânions urbanos encontrados em áreas periféricas de autoconstrução e sobre terreno de topografia complexa na Região Metropolitana de São Paulo (RMSP). Num primeiro momento, esse mapeamento permitirá aprofundar nosso entendimento dos microclimas encontrados na superfície da metrópole, particularmente nas áreas onde uma urbanização informal foi realizada pela população e, num segundo momento, permitirá estabelecer a relação entre a distribuição desses cânions urbanos, a topografia e o balanço de energia na camada limite urbana (CLU). Para atingir esses objetivos, os cânions urbanos serão caracterizados: (1) do ponto de vista geométrico (i.e., altura, largura, adensamento, distribuição espacial e orientação em relação à posição solar) e (2) de suas propriedades físicas (i.e., capacidade térmica, albedo, emissividade) associadas à constituição material. Dados provenientes de diferentes fontes como mapas, fotografias, referencias bibliográficos e arquivos digitais serão integrados através da aplicação do software (livre) de geoprocessamento SPRING do INPE. Mapas temáticos das variáveis analisadas serão gerados. Isso permitirá melhorar a definição das condições de contorno superficiais da camada limite urbana sobre a Grande São Paulo. Em particular, possibilitará diferenciar as formas de ocupação dos bairros periféricos pela população da RMSP. (AU)