Busca avançada
Ano de início
Entree

Variáreis climáticas e altitude como preditores do número de modos reprodutivos e riqueza de espécies de anuros nos biomas cerrado e Floresta Atlântica brasileira

Processo: 09/17195-3
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 01 de maio de 2010
Vigência (Término): 30 de abril de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia
Pesquisador responsável:Tiago da Silveira Vasconcelos
Beneficiário:Tiago da Silveira Vasconcelos
Anfitrião: Bradford Alan Hawkins
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of California, Irvine (UC Irvine), Estados Unidos  
Assunto(s):Mata Atlântica   Anura   Riqueza de espécies   Cerrado   Distribuição espacial   Meta-análise   Influência climática

Resumo

Apesar da água ser provavelmente o fator físico mais importante para a ecologia de organismos terrestres, grupos animais podem responder diferentemente a uma dada variável ambiental. Anfíbios anuros são especialmente dependentes de fatores ambientais devido à sua pele permeável (onde ocorre a maioria das trocas gasosas) e também da sua dependência de hábitats aquáticos e terrestres durante seu ciclo de vida. No entanto, poucos estudos com abordagem estatística foram realizados até agora para verificar como fatores climáticos e altitude influenciam nos padrões de distribuição espacial de anfíbios anuros brasileiros. Dentre os poucos estudos, pouco se pode concluir devido à falta de conhecimento preciso de levantamento de espécies. Desta maneira, o presente projeto tem por objetivo realizar uma compilação da lista de espécies de anuros em localidades bem amostradas nos biomas Cerrado e Mata Atlântica. Assim, devido à alta dependência dos anfíbios em relação às variáveis ambientais, nós partimos da hipótese que a riqueza de espécies e número de modos reprodutivos de anuros de diferentes localidades brasileiras devam variar de acordo com variáveis climáticas e altitude. Além da compilação de dados sobre a riqueza de espécies de localidades inseridas nos biomas Cerrado e Mata Atlântica, dados climáticos e de altitude serão extraídos para cada localidade. Posteriormente, análises multivariadas e de regressão serão aplicadas para verificar se os padrões de distribuição da riqueza de espécies e de número de modos reprodutivos de anuros estão relacionados com as variáveis ambientais selecionadas, e verificar também quais destas variáveis são mais importantes para a anurofauna dos biomas estudados. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
VASCONCELOS, TIAGO S.; RODRIGUEZ, MIGUEL A.; HAWKINS, BRADFORD A. Species distribution modelling as a macroecological tool: a case study using New World amphibians. ECOGRAPHY, v. 35, n. 6, p. 539-548, JUN 2012. Citações Web of Science: 23.
VASCONCELOS, TIAGO DA SILVEIRA; ANGEL RODRIGUEZ, MIGUEL; HAWKINS, BRADFORD ALAN. Biogeographic Distribution Patterns of South American Amphibians: A Regionalization Based on Cluster Analysis. NATUREZA & CONSERVAÇÃO, v. 9, n. 1, p. 67-72, JUL 2011. Citações Web of Science: 7.
VASCONCELOS, TIAGO DA SILVEIRA; DOS SANTOS, TIAGO GOMES; BAPTISTA HADDAD, CELIO FERNANDO; ROSSA-FEREST, DENISE DE CERQUEIRA. Climatic variables and altitude as predictors of anuran species richness and number of reproductive modes in Brazil. JOURNAL OF TROPICAL ECOLOGY, v. 26, n. 4, p. 423-432, JUL 2010. Citações Web of Science: 26.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.