Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito de partícula dominante, degradação de energia e funções de fragmentação

Processo: 98/01109-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 1998
Vigência (Término): 30 de novembro de 1998
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física Nuclear
Pesquisador responsável:Fernando Silveira Navarra
Beneficiário:Francisco de Oliveira Durães
Instituição-sede: Instituto de Física (IF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:95/04635-0 - Estudos de interações hadron-hadron, hadron-núcleo e núcleo-núcleo a altíssimas energias, AP.TEM

Resumo

O estudo de interações e estrutura hadrônica tem despertado ao longo dos últimos dez anos enorme interesse na comunidade de físicos nucleares e de partículas. A necessidade de intercâmbio de conhecimentos nessas duas áreas é então evidente e muito importante para seu avanço científico. No Brasil, existem cerca de vinte doutores (~ 50 pesquisadores incluindo os estudantes de pós-graduação) que trabalham nessa área e cuja colaboração é dificultada por se encontrarem geograficamente espalhadas desde o Rio Grande do Sul até São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Muitas dessas pessoas encontram-se em constante contacto com instituições européias, americanas e até asiáticas, e seria altamente proveitoso para todos se houvesse facilidade em divulgar e ampliar esse conhecimento tanto dentro de nossa comunidade como fora dela (i.e. que a Física produzida por nós fosse mais divulgada no exterior tendo em vista a intensa atividade na área - Vide Projeto para maiores detalhes). Nosso projeto prevê Encontros semestrais com participação de todos os membros do grupo, assim como discussões entre pesquisadores envolvidos em problemas específicos com intercâmbio de um pesquisador por semana em média. O intercâmbio com pesquisadores do exterior, com os quais temos colaboração em andamento, também constitui um aspecto importante de nossa pesquisa. O projeto tem como objetivo manter um grupo permanente de pesquisa no Brasil que atua na área de fenomenologia de interações hadron-hadron, hadron-núcleo e núcleo-núcleo a altíssimas energias com o intuito de esclarecer a estrutura elementar dos hadrons e os mecanismos de reações envolvendo matéria hadrônica formada em colisões a altíssimas energias. Com relação à estrutura hadrônica, usamos métodos de muitos corpos aplicados a teorias de campos efetivas que descrevem a dinâmica de graus de liberdade sub-nucleares (como por exemplo, o modelo a chiral e outros bem conhecidos). Um fruto da interdisciplinaridade de nossas colaborações foi à obtenção de uma descrição única para o pion e suas ressonâncias, recentemente detectadas experimentalmente, através do uso de técnicas nucleares de muitos corpos. Trabalhamos também com regras de soma da QCD e QCD não relativística (NRQCD). Com relação aos mecanismos de reação, contamos com técnicas sofisticadas para solução de equações hidrodinâmicas em três dimensões, modelo de cordas, método de cascata intranuclear e o uso de diagramas de Feynman na aproximação eikonal. Problemas de vanguarda referentes a dados experimentais recentemente obtidos estão sendo presentemente analisados por essas técnicas. Como ficou evidenciado no Projeto, são inúmeros os problemas em aberto na área, problemas que vão desde a compreensão dos dados experimentais (evidenciam ou não a formação de um plasma de quarks e gluons? E possível ou não extrair de forma unívoca sua equação de estado? A produção de partículas provém de uma fonte aleatória? Como é essa fonte?) até a descrição teórica dos mesmos (como formular relativisticamente a colisão entre corpos extensos? Como descrever as partículas compostas? Que papel tem a simetria quiral? E, finalmente, como relacionar a QCD com os diversos modelos utilizados?) (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
DURÃES, Francisco de Oliveira. Estudo do Fluxo de Energia em Colisões Hadrônicas e em Fotoprodução a Altas Energias. 1998. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Física São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.