Busca avançada
Ano de início
Entree

Interação de um solenoide macroscópico com dipolos elétricos microscópicos: efeitos dinâmicos gerados pelo ruído de Nyquist

Processo: 00/06418-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2000
Vigência (Término): 31 de julho de 2002
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física Geral
Pesquisador responsável:Humberto de Menezes Franca
Beneficiário:Alencar José de Faria
Instituição-sede: Instituto de Física (IF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil

Resumo

Através do teorema de Nyquist pode-se verificar que um circuito elétrico RLC, imerso num banho de radiação térmica, apresenta um ruído aleatório de mesma origem, como por exemplo, flutuações na corrente e tensão elétricas do circuito RLC, que são bem caracterizadas pelos seus espectros. Tal fenômeno e chamado de ruído de Nyquist. Contudo estudos realizados recentemente sobre a interação de um dipolo elétrico ou magnético e um indutor de um circuito RLC (sem baterias), todos imersos num banho de radiação eletromagnética aleatória térmica e de ponto-zero da Eletrodinâmica Estocástica (SED), mostram o aparecimento de efeitos não triviais. Um desses efeitos e a geração no circuito RLC de ruídos com espectros diferentes do ruído de Nyquist usual. Estes efeitos devem ser creditados ao papel dinâmico desempenhado pelos campos de vácuo da SED. Entretanto os cálculos feitos nestes trabalhos usavam aproximações, em que o solenóide tem raio pequeno e resistência grande. Neste projeto de pesquisa, visamos nos aprofundar nos efeitos já estudados, assim como analisá-los no caso de um solenóide com raio maior e com baixa resistência. O estudo do comportamento dos dipolos elétricos colocados próximos ou dentro do solenóide, bem como no interior do capacitor, será discutido com detalhe. (AU)