Busca avançada
Ano de início
Entree


Uso de probiótico e óleos essenciais na ração sobre a microbiota intestinal, atividade de enzimas digestivas e a expressão de genes relacionados aos processos de digestão e absorção de nutrientes em frangos

Texto completo
Autor(es):
Miguel Frederico Fernandez Alarcon
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Instituição: Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias.
Data de defesa:
Membros da banca:
João Martins Pizauro Júnior; Marcos Túlio Oliveira; Douglas Emygdio de Faria; Rafael Simone Saia
Orientador: Renato Luis Furlan; Luiz Roberto Furlan
Resumo

A hipótese do trabalho se baseou em que a adição de avilamicina (antibiótico promotor de crescimento), Bacillus subtilis (probiótico) e óleos essenciais (carvacrol, cinamaldeído, cineol e extrato de pimenta), elevam o desempenho zootécnico de frangos a partir de benefícios na mucosa intestinal e na microbiota a ela associada. No Capítulo 1 apresentamos uma revisão bibliográfica sobre o assunto, a qual nos permitiu desenhar a referida hipótese. Os objetivos específicos do presente estudo foram avaliar o efeito destes aditivos alimentares aos 7, 21 e 42 dias de vida sobre: 1) o desempenho zootécnico; 2) os níveis de RNAm dos genes SLC15A1, SLC5A1, SLC2A2, ATP1A1, (respectivamente codificadores de PepT1, SGLT1, GLUT2 e Na-K-ATPase) na mucosa do jejuno; 3) atividades de fosfatase alcalina, maltase e aminopeptidase nas membranas da borda em escova no jejuno; 4) absorção de glicose intestinal “in-vitro”. 5) número de cópias do 16S DNAr de grupos bacterianos de maior predominância na mucosa do íleo; 6) morfometria das vilosidades intestinais; Todos os dados foram avaliados em função do tempo, exceto os dados de desempenho. Para tanto, 1320 frangos foram divididos entre cinco tratamentos de acordo com a suplementação [dieta basal como controle (CON); Bacillus subtilis (BS); Bacillus-subtilis + óleo essencial (BS + OEs); óleos essenciais (OEs); avilamicina como controle positivo (AVI)]. Os resultados do Capítulo 2 demonstraram que a suplementação de AVI e OEs na ração de frangos de 1 a 42 dias de idade promove maior atividade de fosfatase alcalina intestinal e aminopeptidase, enquanto a adição de Bacillus subtilis promove maior quantidade de RNAm do gene codificador do transportador de peptídeos 1 (SLC15A1). No Capítulo 3 evidenciou-se que a suplementação com BS ou OEs promove alterações momentâneas na morfometria intestinal dos frangos. Os Lactobacillus predominam na mucosa do íleo, e sua maior ... (AU)

Processo FAPESP: 11/17378-0 - Uso de probiótico e óleos essenciais na ração sobre a atividade de enzimas digestivas e a expressão de genes relacionados aos processos de digestão e absorção de nutrientes em frangos
Beneficiário:Miguel Frederico Fernandez Alarcon
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado