Busca avançada
Ano de início
Entree


Implicações da variabilidade genética de Trichogramma pretiosum Riley, 1879 no seu desempenho como agente de controle biológico

Texto completo
Autor(es):
Aloisio Coelho Junior
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: Piracicaba.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz
Data de defesa:
Membros da banca:
José Roberto Postali Parra; Odair Aparecido Fernandes; Joao Roberto Spotti Lopes; Dori Edson Nava; Ranyse Barbosa Querino da Silva
Orientador: José Roberto Postali Parra
Resumo

O conhecimento das implicações da variabilidade genética em populações de inimigos naturais, principalmente parasitoides, é de vital importância para a otimização de programas de controle biológico. Desta forma, o presente trabalho teve por objetivo determinar como a variabilidade genética influencia diferentes parâmetros biológicos de Trichogramma pretiosum Riley, 1879 em experimentos de laboratório e de campo. Para que este objetivo fosse atingido, foram avaliados: 1) o efeito da seleção de isolinhagens de T. pretiosum em condições de laboratório, marcadas por meio do DNA mitocondrial, no subsequente desempenho de campo; 2) como a UR afeta a capacidade de voo de isolinhagens, marcadas por meio do DNA mitocondrial, de espécimes de T. pretiosum oriundas do Brasil e EUA; 3) a compatibilidade reprodutiva entre isolinhagens norteamericanas e brasileira de T. pretiosum, avaliada por meio de uma abordagem integrativa e 4) o possível estabelecimento de uma linhagem de T. pretiosum proveniente da Colômbia num novo ecossistema, no Nordeste brasileiro. Com base nos resultados do presente trabalho conclui-se que a variabilidade genética de T. pretiosum exerce grande influência em parâmetros biológicos do parasitoide, uma vez que: 1) os diferentes desempenhos reprodutivos das isolinhagens em condições de laboratório foram correspondentes àqueles em condições de campo, sendo as sequências mitocondriais uma técnica de marcação precisa e eficiente para avaliação do desempenho de T. pretiosum em condições de campo; 2) para algumas isolinhagens, as condições ambientais do local onde se pretende liberar T. pretiosum, se distintas do hábitat natural do parasitoide, podem afetar negativamente o voo deste inseto; 3) foi registrada incompatibilidade reprodutiva leve e diferenças morfológicas mais pronunciadas entre as isolinhagens americanas e brasileira, geneticamente variáveis; 4) foram observados fortes indícios de que uma linhagem de T. pretiosum, introduzida em Petrolina, PE há 22 anos, trazida de Palmira, Colômbia, se estabeleceu naquela região. (AU)

Processo FAPESP: 11/17397-5 - Implicações da variabilidade genética de Trichogramma pretiosum Riley, 1879 no seu desempenho como agente de controle biológico
Beneficiário:Aloisio Coelho Junior
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado