Busca avançada
Ano de início
Entree


Metodologia para identificação, caracterização e remoção de erros em mapas de produtividade

Texto completo
Autor(es):
Menegatti, Leonardo Afonso Angeli
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: Piracicaba. [2002]. 84 f., gráficos, ilustrações, tabelas.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz
Data de defesa:
Membros da banca:
Molin, José Paulo; Milan, Marcos; Saraiva, Antonio Mauro
Orientador: Molin, José Paulo
Área do conhecimento: Ciências Agrárias - Engenharia Agrícola
Indexada em: Banco de Dados Bibliográficos da USP-DEDALUS; Biblioteca Digital de Teses e Dissertações - USP
Localização: Universidade de São Paulo. Biblioteca Central da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz; ESALQ-BC t631.3; M541m 79476
Resumo

A agricultura de precisão é um conjunto de tecnologias que prevê o manejo espacializado dos fatores de produção, baseado em informações coletadas e georeferenciadas. O mapa de produtividade é uma informação importante, pois materializa a resposta da cultura a todos os fatores. Diversos monitores de produtividade comerciais estão disponíveis no mercado para a coleta de informações de produtividade de forma bastante adensada. Devido à automação e à alta quantidade de informações, diversos erros ocorrem no processo de coleta e a retirada destes erros é um fator de qualidade da informação. A proposta do trabalho é desenvolver uma rotina de filtragem de dados brutos que elimine erros presentes em mapas de produtividade. Como primeira etapa do desenvolvimento do processo de filtragem, foi realizada a análise e caracterização dos erros presentes em seis mapas de produtividade provenientes de seis diferentes monitores de produtividade comerciais. Erros de posicionamento foram encontrados, representados por pontos fora do talhão, sendo que pequenos erros de posicionamento não podem ser detectados pela metodologia desenvolvida. Foram encontrados pontos com produtividade nula, umidade de grãos nula ou ausente e pontos com posição repetida. Pontos coletados com largura de plataforma de corte diferente da total foram considerados erros de medição de área, pois carregam a influência do operador na definição da largura da plataforma de corte efetivamente utilizada. Para a caracterização do erro de intervalo de enchimento foi desenvolvida uma metodologia para identificar o sentido de deslocamento da colhedora, possibilitando assim, a medição do espaço necessário para que o monitor esteja sensível às variações naturais da produtividade. A distância percorrida durante o intervalo de enchimento variou de 0 a 44m. Foram estabelecidos limites estatísticos para discrepância de valores de produtividade, sendo que foram encontrados pontos com valores de produtividade fora dos limites estabelecidos. Com base nas características de cada tipo de erro, foi desenvolvida uma rotina de filtragem de dados brutos. A rotina consistiu de 7 etapas, sendo que cada uma age sobre determinado tipo de erro de acordo com suas características. Na primeira etapa são retirados do conjunto pontos com erro grosseiro de posicionamento, representados por pontos fora dos limites do talhão... (AU)

Processo FAPESP: 00/00500-3 - Definição de protocolos para análise, interpretação e apresentação de informações em agricultura de precisão via mapas
Beneficiário:Leonardo Afonso Angeli Menegatti
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado