Busca avançada
Ano de início
Entree


Efeito do Yo Jyo Hen Shi Ko (YHK) no metabolismo lipídico na esteatohepatite experimental

Texto completo
Autor(es):
Isabel Veloso Alves Pereira
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: São Paulo.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Medicina
Data de defesa:
Membros da banca:
Claudia Pinto Marques Souza de Oliveira; Rejane Mattar; João Bosco Pesquero
Orientador: Claudia Pinto Marques Souza de Oliveira
Resumo

A Doença Hepática Gordurosa Não Alcoólica (DHGNA) é atualmente uma das formas mais comuns de doença hepática, e está diretamente relacionada com a obesidade. Estudos indicam uma prevalência por volta de 30% na população ocidental e 11% na população oriental. A DGHNA possui um largo espectro abrangendo desde casos de esteatose simples sem inflamação, até casos com esteatohepatite e fibrose, podendo evoluir para cirrose e carcinoma hepatocelular. A fisiopatogênese da DHGNA é baseada em múltiplos eventos: resistência insulínica, aumento da lipólise periférica, aumento da síntese de novo de lipídeos, estresse oxidativo, endotoxemia crônica no desencadeamento da inflamação e fibrose entre outros. A etapa inicial caracteriza-se pelo acúmulo de ácidos graxos no hepatócito, suplantando sua capacidade de metabolização e exportação conseqüente à ação lipogênica da insulina, desta forma o metabolismo de ácidos graxos está intimamente ligado ao desenvolvimento da DHGNA. O Yo Jyo Hen Shi Ko (YHK) é um composto natural usado na medicina japonesa para tratamento de doenças hepáticas e apresenta propriedades antioxidantes, antiinflamatórias e hipolipemiantes. O presente estudo teve como objetivo avaliar o efeito do YHK no metabolismo hepático de lipídeos. Para tanto, foram utilizados camundongos obesos (ob/ob) com esteatohepatite não alcoólica (ENA) induzida por dieta deficiente em colina e metionina (DCM) e foram analisados no tecido hepático, genes relacionados com a síntese de novo de lipídeos (SREBP1c, FASn), genes relacionados com a oxidação e exportação de lipídeos (CPT1a e SCD-1, MTP), assim como genes relacionados com o armazenamento de lipídeos (Perilipina e ADFP). O YHK apresentou um efeito citoprotetor hepático com melhora dos parâmetros histológicos neste modelo experimental de ENA. Associadamente, houve redução na expressão de genes relacionados à síntese de novo como SREBP e da FASn, quando se comparou o grupo tratado com DCM+YHK com o grupo não tratado DCM. Em contrapartida, houve aumento na expressão da MTP e da SCD-1 ocasionando uma maior exportação de triglicerídeos hepáticos nos animais que utilizaram o YHK. Ainda, o YHK modulou as proteínas Perilipina e ADFP. Por outro lado, não houve modificação na oxidação de lipídeos.. Conclui-se que o YHK pode ser uma droga promissora no tratamento da DHGNA, já que age modulando genes envolvidos na síntese e exportação de lipídeos hepáticos, reduzindo o acúmulo de gordura no hepatócito (AU)

Processo FAPESP: 07/56868-8 - Avaliação do efeito citoprotetor do yo jyo hen SHi KO (yhk) na esteato hepatite experimental em camundongos obesos (ob/ob): análise da expressãodos genes MTP, SREBP, CPT 1, ADRP e perilipina
Beneficiário:Isabel Veloso Alves Pereira
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado