Busca avançada
Ano de início
Entree


Estudos morfológicos e histoquímicos do tubo digestivo de Hemisorubim platyrhynchos (Valenciennes, 1840)

Texto completo
Autor(es):
Claudemir Kuhn Faccioli
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: Jaboticabal. 89 f.
Instituição: Universidade Estadual Paulista. Centro de Aquicultura.
Data de defesa:
Membros da banca:
Elyara Maria Pereira da Silva; Lilian Cristina Makino
Orientador: Carlos Alberto Vicentini
Resumo

O conhecimento das características morfológicas do tubo digestivo, associado aos processos de digestão e absorção, é essencial para a compreensão da fisiologia e nutrição de peixes, auxiliando no planejamento de dietas para a criação e manejo de animais com potencial para piscicultura. Assim sendo, este trabalho descreveu o tubo digestivo de Hemisorubim platyrhynchos, por meio de estudos macroscópicos, histológicos, histoquímicos de mucossubstâncias e ultraestruturais (microscopia eletrônica de varredura e de transmissão). A estrutura do tubo digestivo de H. platyrhynchos é típica de peixes carnívoros, composta por esôfago curto e distensível, estômago volumoso e muscular e intestino curto, com pregas longitudinais que diminuem em direção à região posterior. O esôfago apresentou a camada mucosa revestida por epitélio estratificado pavimentoso, cujas células epiteliais em MET mostraram microssaliências digitiformes, além de “club cells” com citoplasma homogêneo e poucas organelas e células caliciformes com citoplasma repleto de grânulos de secreção. O estômago foi morfologicamente dividido em região cárdica, fúndica e pilórica, com camada mucosa composta por epitélio simples colunar (com mucossubstâncias apicais protetoras) e porção glandular bem desenvolvida nas regiões cárdica e fúndica. A região pilórica aglandular apresentou camada muscular espessa (esfíncter pilórico). O intestino apresentou epitélio simples colunar e células caliciformes aumentando em número na região posterior. As células secretoras apresentaram características morfológicas e histoquímicas distintas em cada segmento do tubo digestivo: células caliciformes esofágicas (muco neutro e ácido, carboxilado e sulfatado); células epiteliais gástricas (muco neutro); células caliciformes no intestino anterior, médio, posterior e células epiteliais na região retal (muco neutro e ácido, carboxilado e sulfatado) (AU)

Processo FAPESP: 10/02842-0 - Estudo morfológico e histoquímico do tubo digestivo de Hemisorubim platyrhynchos (Valenciennes, 1840)
Beneficiário:Claudemir Kuhn Faccioli
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado