Busca avançada
Ano de início
Entree


Perfil bioquímico, condição microbiológica e celuridade do leite de búfalas

Texto completo
Autor(es):
Lucas José Luduverio Pizauro
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Instituição: Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias
Data de defesa:
Membros da banca:
Daniela Gomes da Silva; Luiz Paulo Martins Filho
Orientador: José Jurandir Fagliari; Márcio Garcia Ribeiro
Resumo

O presente estudo objetivou realizar o exame microbiológico, a contagem de células somáticas (CCS) e o perfil bioquímico do soro lácteo de amostras de leite de 30 búfalas da raça Murrah, primíparas (G1), com duas a três lactações (G2) e com mais de três lactações (G3) que foram acompanhadas mensalmente durante uma lactação completa (270 dias). Antes da colheita das amostras de leite foi realizado o exame físico da glândula mamária, teste da caneca de fundo escuro e California Mastitis Test (CMT). Após a assepsia dos tetos, foram colhidas, amostras de 20 mL de leite de cada quarto mamário, em frascos esterilizados e sem conservante, para o isolamento microbiológico, perfil bioquímico e o fracionamento proteico em SDS-PAGE, e amostras de 30 mL de leite de cada quarto mamário em frascos plásticos esterilizados contendo conservante bronopol para realização da contagem de células somáticas (CCS), em contador automático. Adicionalmente, foi avaliado o perfil da sensibilidade antimicrobiana dos microorganismos isolados e a influência da pluviosidade sobre a ocorrência de mastite nos animais avaliados. Durante a lactação foi observado aumento da CCS, aumento das atividades das enzimas gamaglutamiltransferase (GGT) e fosfatase alcalina (ALP), aumento das concentrações de proteína total, albumina, fósforo (P), magnésio (Mg), cloretos (Cl), sódio (Na), imunoglobulina A (IgA), lactoferrina, albumina sérica, imunoglobulina G (IgG), α-lactoalbumina e redução das concentrações de cálcio total (Ca), ferro (Fe), cálcio ionizado (Cai), potássio (K) e b- lactoglobulina. As fêmeas primíparas (G1) apresentaram maior atividade das enzimas GGT e ALP e maiores concentrações de P, K e α-lactoalbumina. As fêmeas com duas a três lactações (G2) apresentaram maiores concentrações de proteína total, albumina, Mg, Cl, Fe, Na e lactoferrina. As fêmeas com mais de três lactações (G3) apresentaram maior ... (AU)

Processo FAPESP: 11/03514-0 - Perfil bioquímico, inclusive proteinograma, com ênfase em proteínas de fase aguda e imunoglobulinas, condição microbiológica e contagem de células somáticas no leite de búfalas Jafarabadi primíparas e pluríparas ao longo de lactação completa
Beneficiário:Lucas José Luduverio Pizauro
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado