Busca avançada
Ano de início
Entree

Klaus Hartmann Hartfelder

CV Lattes ResearcherID ORCID Google Scholar Citations


Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP)  (Instituição-sede da última proposta de pesquisa)
País de origem: Alemanha

Klaus Hartfelder é Professor Titular da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FMRP-USP). Estudou Biologia na Eberhard-Karls-Universität Tübingen (Alemanha), onde também obteve o Diploma (Mestrado) em Zoologia em 1982 e o Doutorado em 1986, neste com estágios de dois anos (1983 e 1985) no Departamento de Genética FMRP-USP. Após um período de pós-doutorado em Biologia de Desenvolvimento na Universidade de Tübingen (1986 à 1989), realizou um estágio de pós-doutorado na University of North Carolina, Chapel Hill (1990), se especializando em Endocrinologia de Insetos. Voltou para a Universidade de Tübingen, como docente e obteve a Livre Docência em 1993. Ainda como docente da Universidade de Tübingen (1991 a 1998) ocupou por dois anos (1996 à 1998) a posição de coordenador do projeto bilateral Pró-Mata da Universidade de Tübingen com a PUC do Rio Grande do Sul de Porto Alegre. Em 1998 mudou-se para Brasil, primeiramente como Professor Visitante (bolsista DAAD/CAPES) junto ao Departamento de Biologia da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP-USP) até 2003, onde obteve o seu segundo título de Livre Docente. Em 2004 foi contratado como Professor Associado no Departamento de Biologia Celular e Molecular e Bioagentes Patogênicos da FMRP-USP, onde se tornou Professor Titular em 2013. Foi Presidente da Comissão de Relações Internacionais da FMRP-USP de 2007 a 2014, responsável por firmar vários convênios internacionais. Foi Chefe do Departamento por dois turnos entre 2016 e 2020, e atualmente é Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Genética da FMRP. Na pós-graduação atua também como docente colaborador do Programa de Pós-Graduação em Entomologia do INPA, Manaus, ministrando a disciplina Fisiologia de Insetos. Com mais que 100 publicações e mais que 5 mil citações, é Editor Assistente de revista Genetics and Molecular Biology da Sociedade Brasileira de Genética desde 2005, e desde 2003 é Editor Associado da revista Apidologie (Springer). Quando Presidente da International Union of the Studies of Social Insects (IUSSI) de 2014 à 2018 organizou o primeiro congresso internacional da IUSSI realizado na América Latina, em 2018 em Guarujá, SP. Foi Presidente fundador da Seção Brasileira da IUSSI (2013 à 2018) e atualmente é o tesoureiro da mesma. Proferiu palestras a convite em diversas instituições no Brasil, nos Estados Unidos, na Alemanha, França e Noruega, e foi palestrante plenário e organizador de diversos simpósios de congressos nacionais e internacionais. Mantem projetos de pesquisa em colaboração com universidades no exterior (a Universidade de Sydney na Austrália e as universidades de Freiburg e Hohenheim na Alemanha) e foi integrante de grandes consórcios de genômica de abelhas sociais. Tem experiência em Biologia de Desenvolvimento e Biologia Evolutiva, atuando principalmente nos seguintes temas: genômica e epigenética de abelhas sociais; vias regulatórias do desenvolvimento das castas e da divisão de trabalho em insetos sociais; fisiologia endócrina de insetos. Contato: klaus@fmrp.usp.br. (Fonte: Currículo Lattes)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o(a) pesquisador(a)
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)
Auxílios à pesquisa
Bolsas no país
Bolsas no Exterior
Apoio FAPESP em números * Quantidades atualizadas em 24/09/2022
Colaboradores mais frequentes em auxílios e bolsas FAPESP
Contate o Pesquisador

Este canal da BV/FAPESP deve ser utilizado tão somente para mensagens, referentes aos projetos científicos financiados pela FAPESP.


 

 

 

 

Palavras-chave utilizadas pelo pesquisador
Abelhas operárias Abelhas rainhas Abelhas-sem-ferrão Abelhas Actinas Álcool desidrogenase Análise de sequência de DNA Apis mellifera Biblioteca gênica Bioensaio Biologia Geral Biologia celular e molecular Biologia do desenvolvimento Biologia molecular Biologia reprodutiva Castas Ciências Biológicas Citoesqueleto Citologia e Biologia Celular Comportamento Animal Comportamento animal Comportamento social Cronobiologia Cupim Desenvolvimento animal Desenvolvimento larval Desenvolvimento Determinação do sexo animal Diferenciação de castas Ecdisona Envelhecimento Epigênese genética Epigenômica Espectrina Eussocialidade Evolução Expressão gênica diferencial Expressão gênica Fenótipo Fertilidade animal Filogenia Fisiologia dos Grupos Recentes Formigas Geleia real Genes erbB-1 Genética Animal Genética Molecular e de Microorganismos Genética do desenvolvimento Genética molecular Genética Genômica funcional Genômica Glândulas genitais acessórias de animal Gônadas Himenópteros Hipóxia Histona desacetilases Hormônio juvenil em insetos Hormônios de inseto Hymenoptera Imunidade Insetos sociais Insetos Insulina Larva Marcadores genéticos Melipona quadrifasciata Meliponini Metabolismo Metilação de DNA Metiltransferases MicroRNAs Montagem e desmontagem da cromatina Morfologia funcional Morfologia Morte celular programada Morte celular Mutação em linhagem germinativa Organização social Ovário Óxido nítrico Plasticidade fenotípica Polifenismo Polinização Processamento alternativo Proteínas quinases ativadas por AMP RNA helicases RNA interferente pequeno RNA longo não codificante Rainhas Regulação da expressão gênica Repetições de microssatélites Reprodução animal Reprodução Respiração celular Ritmo circadiano Sequenciamento de nova geração Sociobiologia Testículo Traços de história de vida Transcrição genética Transcriptoma Transcriptômica Vespas Zoologia
Videos relacionados aos auxílios à pesquisa e bolsas

Um enxame ordenado


Publicado em 16 de setembro de 2015 - Pesquisa FAPESP. ​No laboratório rodeado por um apiário a céu aberto no campus da USP de Ribeirão Preto, os biólogos Zilá Simões, Márcia Bitondi e Klaus Hartfelder buscam entender como a estrutura social e o comportamento de abelhas estão codificados no DNA. No vídeo, os três pesquisadores explicam o sistema de castas das colmeias, determinado pela alimentação e por uma complexa regulação genética.

Por favor, reporte erros na informação da página do pesquisador escrevendo para: cdi@fapesp.br.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema: