Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do Web of Science, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

Arboreality constrains morphological evolution but not species diversification in vipers

Texto completo
Autor(es):
Vieira de Alencar, Laura Rodrigues [1] ; Martins, Marcio [1] ; Burin, Gustavo [1] ; Quental, Tiago Bosisio [1]
Número total de Autores: 4
Afiliação do(s) autor(es):
[1] Univ Sao Paulo, Inst Biociencias, Dept Ecol, Rua Matao, Travessa 14, Cidade Univ, BR-05508900 Sao Paulo, SP - Brazil
Número total de Afiliações: 1
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: PROCEEDINGS OF THE ROYAL SOCIETY B-BIOLOGICAL SCIENCES; v. 284, n. 1869 DEC 20 2017.
Citações Web of Science: 2
Resumo

An increase in ecological opportunities, either through changes in the environment or acquisition of new traits, is frequently associated with an increase in species and morphological diversification. However, it is possible that certain ecological settings might prevent lineages from diversifying. Arboreality evolved multiple times in vipers, making them ideal organisms for exploring how potentially new ecological opportunities affect their morphology and speciation regimes. Arboreal snakes are frequently suggested to have a very specialized morphology, and being too large, too small, too heavy, or having short tails might be challenging for them. Using trait-evolution models, we show that arboreal vipers are evolving towards intermediate body sizes, with longer tails and more slender bodies than terrestrial vipers. Arboreality strongly constrains body size and circumference evolution in vipers, while terrestrial lineages are evolving towards a broader range of morphological variants. Trait-dependent diversification models, however, suggest similar speciation rates between microhabitats. Thus, we show that arboreality might constrain morphological evolution but not necessarily affect the rates at which lineages generate new species. (AU)

Processo FAPESP: 12/02038-2 - A diversificação de espécies e da morfologia em serpentes da família Viperidae: padrões e processos
Beneficiário:Laura Rodrigues Vieira de Alencar
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado
Processo FAPESP: 12/04072-3 - O papel das taxas de extinção e especiação e o efeito dos diferentes níveis de organização biológica na origem e manutenção da biodiversidade
Beneficiário:Tiago Bosisio Quental
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Apoio a Jovens Pesquisadores
Processo FAPESP: 11/50206-9 - Origem e evolução das serpentes e a sua diversificação na região neotropical: uma abordagem multidisciplinar
Beneficiário:Hussam El Dine Zaher
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Programa BIOTA - Temático
Processo FAPESP: 14/03621-9 - Os papéis da dieta, especiação e extinção na diversificação de aves e na montagem de redes de frugivoria
Beneficiário:Gustavo Burin Ferreira
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado