Busca avançada
Ano de início
Entree

PLANEJAMENTO DE BACIAS HIDROGRÁFICAS APLICADOS AO RISCOS À INUNDAÇÕES: uma análise a partir dos Comitês de Bacias Hidrográficas

Resumo

A correlação entre os condicionantes naturais e a intervenção antrópica coloca o Brasil entre os países em que as inundações são recorrentes e atingem diferentes segmentos da sociedade. É fundamental que as diferentes esferas política-administrativas (federal, estadual e municipal) e os órgãos que atuam na escala direta de ocorrência dos eventos, como os Comitês de Bacias Hidrográficas e a Defesa Civil, realizem ações conjuntas a fim de minimizar os impactos sobre os segmentos sociais mais vulneráveis. Desta forma, é imprescindível que os estudos sobre as inundações privilegiem a abordagem geográfica, e o conceito-chave a ser considerado é o de paisagem. Sendo assim, a ciência geográfica, tendo como objeto de análise o espaço geográfico, possibilita, sob um olhar crítico, a realização de estudos ambientais integrados, de maneira a dar suporte técnico e científico à elaboração de estudos que incluam o fenômeno das inundações nas ações de gestão dos recursos hídricos, sendo inseridos nas políticas públicas, contribuindo no planejamento e na tomada de decisão. Considerando o exposto, este projeto propõe analisar a vulnerabilidade socioambiental de áreas sujeitas às inundações em Comitês de Bacias hidrográficas em que foram registrados impactos e danos na última década. Para atender ao objetivo proposto, este projeto pretende mapear os geossistemas e sistemas antrópicos das áreas em estudo; verificar entre as ações previstas nos planos de bacias hidrográficas quais são as adequadas para episódios de inundações; caracterizar as áreas suscetíveis às inundações e mensurar a frequência do fenômeno em cada sítio estudado; traçar o perfil sociodemográficos da população exposta ao risco de ocorrência de inundações nas áreas de estudo; criar um índice de vulnerabilidade socioambiental para cada uma das áreas em estudo. A estratégia metodológica para atingir os objetivos será a abordagem sistêmica, que relaciona os atributos naturais e sociais constituintes das paisagens. É importante conhecer a dinâmica dos atributos naturais, como a sua fragilidade e vulnerabilidade a catástrofes naturais como inundações, nos períodos de intensa precipitação, assim como conhecer as características da população potencial a ser atingida, como o uso e ocupação das terras, as atividades econômicas e o patrimônio histórico-cultural a ser atingido por tais catástrofes. Desta forma, o Núcleo de Pesquisa em Análise, Planejamento e Gestão de Bacias Hidrográficas propõe com ênfase nas áreas sujeitas às inundações, fazer um estudo comparativo entre os seguintes comitês de bacias hidrográficas: No estado de São Paulo, Comitê de Bacia Hidrográfica do Litoral Norte, Comitê de Bacia Hidrográfica do Piracicaba, Capivari e Jundiaí, Comitê de Bacia Hidrográfica do Ribeira de Iguape e Litoral Sul; no estado do Rio de Janeiro, o Comitê de Bacia Hidrográfica do Rio Piabanha; no estado de Minas Gerais, o Comitê de Bacia Hidrográfica do Rio das Velhas; no estado da Bahia, o Comitê de bacia Hidrográfica do Leste e o Comitê de Bacia Hidrográfica do Recôncavo Norte e Inhambupe. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SILVA, KAIQUE BRITO; MATTOS, JONATAS BATISTA. A spatial approach for the management of groundwater quality in tourist destinations. TOURISM MANAGEMENT, v. 79, AUG 2020. Citações Web of Science: 0.
SILVA, KAIQUE BRITO; AMORIM, RAUL REIS. A Geosystem Perspective in Landscape Archaeology Studies: Ancestors' Occupations in Ilheus, Brazil. PROFESSIONAL GEOGRAPHER, v. 72, n. 1, p. 139-151, JAN 2 2020. Citações Web of Science: 0.
MATTOS, JONATAS BATISTA; SILVA, KAIQUE BRITO; DA SILVA, ROBERTO JOSE; MOTA ALMEIDA, THIARA HELENA; SOARES POVOAS, HOGANA SIBILLA; DA SILVA, PAULO VAGNER RIBEIRO; DE ARAUJO GOES, INGRID MATOS; MATOS, IRLANDA DA SILVA. Natural factors or environmental neglect? Understanding the dilemma of a water crisis in a scenario of water plenty. LAND USE POLICY, v. 82, p. 509-517, MAR 2019. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.