Busca avançada
Ano de início
Entree

EMU concedido no processo 18/05698-0: Analisador de Carbono Orgânico Total (TOC)

Processo: 18/17913-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa Equipamentos Multiusuários
Vigência: 01 de novembro de 2018 - 31 de outubro de 2025
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Química - Processos Industriais de Engenharia Química
Pesquisador responsável:André Luís de Castro Peixoto
Beneficiário:André Luís de Castro Peixoto
Instituição-sede: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP). Campus Capivari. Capivari, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:18/05698-0 - Processos Avançados de Oxidação aplicados na degradação de medicamentos vencidos contendo amoxicilina: abordagem química e econômica, AP.R
Assunto(s):Análise econômica  Peróxido de hidrogênio  Amoxicilina  Processos oxidativos avançados 
Página web do EMU: Página do Equipamento Multiusuário não informada
Agendamento de uso: E-mail de agendamento não informado

Resumo

Tem-se como objetivo principal estudar processos baseados na geração in situ de (H2O2/UV, O3/UV, H2O2/O3/UV) para a mineralização de composições medicamentosas contendo amoxicilina, e com prazo de validade expirado. Serão investigadas as seguintes variáveis de processo: concentração de poluente; concentração dos oxidantes (H2O2, O3); temperatura; pH; intensidade e distribuição espectral da radiação luminosa; geometria de irradiação; relação entre o volume irradiado e não irradiado; modos de operação (batelada, batelada com alimentação, contínuo). A compreensão dos processos oxidativos será alcançada pelo estudo de dados da caracterização química (DQO, TOC e série de nitrogênio) e econômica. Apesar de os processos avançados de oxidação terem-se apresentado nos últimos anos como alternativa a tratamentos convencionais frente a poluentes recalcitrantes, o que reforça sua importância tecnológica, ambiental e econômica, são ainda poucos os trabalhos apresentados com pretensões de alcançar aplicabilidade comercial. O projeto de pesquisa tem por objetivo contribuir para responder a estas necessidades, avançando na abordagem de tecnologia fotoquímica para tratamento de efluentes industriais. Pretende-se contribuir decisivamente para implantar e consolidar nova linha de pesquisa no Instituto Federal de São Paulo (IFSP) voltada ao tratamento avançado de efluentes, além de se estreitar relações com instituições de ensino e de pesquisa científica. (AU)