Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de micro e nanocompostos baseados em cepas de Trichoderma para aplicações agrícolas: uma cooperação bilateral entre a UNISO Sorocaba e a USAL

Processo: 18/14912-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2018 - 30 de novembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Química de Macromoléculas
Convênio/Acordo: Universidade de Salamanca
Proposta de Mobilidade: SPRINT - Projetos de pesquisa - Mobilidade
Pesquisador responsável:Renata de Lima
Beneficiário:Renata de Lima
Pesq. responsável no exterior: Enrique Monte
Instituição no exterior: Universidad de Salamanca (USAL), Espanha
Instituição-sede: Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa, Extensão e Inovação. Universidade de Sorocaba (UNISO). Sorocaba , SP, Brasil
Instituição parceira: Universidad de Salamanca
Vinculado ao auxílio:17/13328-5 - Desenvolvimento e avaliação de nanopartiulas metálicas biogênicas (prata, titânio e ferro) baseadas em Trichoderma harzianum para aplicação agrícola, AP.R
Assunto(s):Agricultura  Trichoderma  Metabólitos  Nanotecnologia  Nanopartículas biogênicas  Cooperação internacional 

Resumo

A micro e nanotecnologia aplicada a área agrícola já é uma realidade, estudos mostram que esta pode auxiliar tanto na fertilização como na contenção de pragas agrícolas, o que pode resultar em um melhor desempenho das lavouras. Porém ainda é consenso que existe a necessidade de novos estudos para garantia de sua eficácia e segurança. Entre as inúmeras possibilidades de utilização de nanomateriais a síntese verde de nanopartículas metálicas desponta como uma promessa para agricultura, devido o apelo em relação a sustentabilidade, em relação as micropartículas (microcápsulas), estas auxiliam no transporte de microrganismos garantindo maior proteção contra fatores ambientais como temperatura e radiação ultravioleta. Desta forma, o projeto aqui proposto visa unir expertise de pesquisadores brasileiros com conhecimento em micro e nanotecnologia em conjunto com um grupo de pesquisadores espanhóis com a experiência e conhecimento sobre estudos avançados em Trichoderma. Neste contexto, a partir desta troca de expertises será possível uma melhor compreensão da atividade do Trichoderma e seus metabolitos associados a micro e nanotecnologia. Sendo assim, para que tais objetivos sejam atingidos, a proposta visa sintetizar novos micro e nanomateriais e para isto utilizar diferentes cepas de Trichoderma selecionadas pelo grupo de Salamanca. Para a realização do projeto o grupo de Salamanca fará o estudo molecular das cepas candidatas, assim como a seleção das que apresentarem maior interesse para o grupo. Os pesquisadores brasileiros utilizarão as cepas selecionadas pelo grupo de Salamanca para a síntese de diferentes micros/nanomateriais como nanopartículas biogênicas metálicas (NPAg e NPFe), microencapsulamento e nanoencapsulamento de metabólitos secundários. Os métodos utilizados para síntese de nanopartículas biogênicas consta de crescimento de T. harzianum com utilização dos metabólitos como agentes redutores para a síntese, as micropartículas de alginato de cálcio serão preparadas a partir do método de gelificação iônica, para o carregamento de metabolitos secundários serão sintetizadas nanocápsulas poliméricas. Para avaliação da atividade destas nanopartículas serão realizadas análises in vitro, assim como avaliação em microcosmos. A cito e genotoxicidade das nanopartículas serão monitoradas utilizando ensaios com linhagens celulares, microbiota de solos e plantas utilizando análises de viabilidade indireta com avaliação de metabolismo mitocondrial e lisossomal, assim como análise direta por citometria de imagem, para avaliação da genotoxicidade serão realizadas análises de Allium cepa, cometa e genética molecular. Neste sentido, a colaboração entre as equipes brasileiras e espanhola irá proporcionar não apenas ganho científico no desenvolvimento de novos materiais/formulações, mas também o intercâmbio de acadêmicos entre os dois Países, produzindo assim conhecimento científico e tecnológico na fronteira do conhecimento. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.