Busca avançada
Ano de início
Entree

Formação profissional de professores e gestão democrática: uma parceria universidade-escola para a melhoria do ensino público

Processo: 18/16585-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa Ensino Público
Vigência: 01 de abril de 2019 - 31 de março de 2021
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação
Pesquisador responsável:Maria Lucia Vital dos Santos Abib
Beneficiário:Maria Lucia Vital dos Santos Abib
Instituição-sede: Faculdade de Educação (FE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados: Ana Rita de Souza Santana ; Angelica Nunes da Rocha ; Beatriz Aparecida Caprioglio de Castro ; Denilson Soares Cordeiro ; Flaminio de Oliveira Rangel ; Ivana Marta da Silva ; Leonardo André Testoni ; Maíra Batistoni e Silva ; Maria Aparecida da Silveira ; Maria Nizete de Azevedo ; PATRICIA FERNANDA OLIVEIRA PAIVA ABRANTES ; Patricia Rosana Linardi ; Raquel Milani ; Reginaldo Alberto Meloni ; Sergio Stoco ; Valéria Silva Dias
Assunto(s):Administração da educação  Formação de professores  Ensino de ciências  Desenvolvimento profissional 

Resumo

O presente projeto situa-se no campo da pesquisa sobre formação inicial e continuada de professores. Seus propósitos estão circunscritos à busca de compreensões sobre as possibilidades de contribuição para a melhoria do ensino público, a partir do estabelecimento de parceria universidade - escola e da construção, junto com a equipe escolar, de ações organizadas por uma pesquisa-ação crítica e colaborativa. A configuração desse processo de pesquisa-ação é assumida como problema da investigação que orienta o projeto, com o olhar atento ao desenvolvimento das ações e às relações destas com o desenvolvimento profissional e com a formação de futuros professores. As instituições envolvidas são a Escola Estadual Raul Saddi, a Universidade Federal de São Paulo, ambas sediadas no município de Diadema - SP e a Universidade de São Paulo, sediada em São Paulo - SP. Desde final de 2015, pesquisadores de ambas as instituições universitárias e equipe de gestão e de docentes da escola reúnem-se periodicamente em fóruns constituídos na escola e na universidade. Princípios e objetivos têm sido afinados, os quais coadunam com avanços na construção da referida parceria, por sua vez, materializados no projeto em tela. As ações formativas têm sido estabelecidas nos âmbitos da formação contínua dos gestores e professores e da formação inicial, no caso da realização de atividades de estágios por licenciandos na escola. Os eixos teóricos adotados neste projeto apoiam-se na Teoria Histórico-Cultural, com destaque para a relação entre trabalho e desenvolvimento humano, e para conceitos como atividade, mediação e linguagem. Esses conceitos nos possibilitam discutir e situar a relação aprendizagem e desenvolvimento como um processo que emerge de necessidades criadas no exercício da docência e da atividade de estágio, ao nos referirmos ao profissional da escola e ao estagiário, respectivamente. Privilegiamos também discussões sobre a práxis pedagógica, fundamentação imanente aos princípios da pesquisa-ação e do movimento crítico reflexivo em construção. As ações propostas foram organizadas em cinco eixos, os quais são assumidos por diferentes pesquisadores: 1. Empreender esforços para construir o movimento crítico reflexivo e colaborativo, como modo geral da formação e desenvolvimento profissional docente para finalidade da melhoria do ensino da escola; 2. Desenvolver o estágio curricular supervisionado em perspectiva investigativa, como um processo potencializador da formação do estagiário em sua atuação conjunta com o professor supervisor na escola e orientação do professor da universidade; 3. Empreender esforços para construir o modo geral de organização do ensino e da aprendizagem em Ciências e Matemática a partir das premissas da pesquisa-ação crítica e reflexiva; 4. Empreender esforços para que a equipe gestora seja ativa na construção da pesquisa-ação crítica e colaborativa e, que essa atuação traduza-se na construção de gestão democrática e participativa; promover as análises sobre as questões envolvidas, a sistematização e a divulgação das mesmas; 5. Empreender esforços para o estabelecimento de parceria entre a Universidade de São Paulo e uma escola da rede pública (situada preferencialmente nas imediações do Campus) na perspectiva de ações organizadas por uma pesquisa-ação crítica e colaborativa que conjugue a formação continuada de professores e o desenvolvimento dos estágios curriculares nas áreas de ciências e de matemática. Entre os resultados esperados, destacamos contribuições nas diferentes esferas: teórico e metodológico no que diz respeito à compreensão do processo de pesquisa-ação; desenvolvimento profissional dos professores participantes; melhoria do ensino; caráter organizacional e de gestão da escola; melhoria do desenvolvimento dos estágios e reformulações dos Cursos de Licenciatura. (AU)