Busca avançada
Ano de início
Entree

Papel da enzima fosfodiesterase 10A nas discinesias induzidas pela L-DOPA

Processo: 20/00653-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2021 - 31 de julho de 2022
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Convênio/Acordo: Swedish Research Council (VR)
Proposta de Mobilidade: SPRINT - Projetos de pesquisa - Mobilidade
Pesquisador responsável:Fernando Eduardo Padovan Neto
Beneficiário:Fernando Eduardo Padovan Neto
Pesq. responsável no exterior: Per Petersson
Instituição no exterior: Lund University, Lund, Suécia
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Pesq. associados:Rafael Naime Ruggiero
Vinculado ao auxílio:17/00003-0 - Papel das enzimas óxido nítrico sintase neuronal e fosfodiesterase 10A na atividade dos neurônios espinhosos médios estriatais durante a ocorrência das discinesias induzidas pela L-Dopa, AP.JP
Assunto(s):Doenças neurodegenerativas  Doença de Parkinson  Discinesias  Gânglios da base  Nucleotídeos cíclicos  Levodopa  3',5'-GMP cíclico fosfodiesterases  PDE10A  Eletrofisiologia 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Discinesias induzidas pela L-DOPA | Doença de Parkinson | Eletrofisiologia | Fosfodiesterase 10A | núcleos da base | Oscilações Neurais | Núcleos da Base

Resumo

A farmacoterapia da doença de Parkinson (DP) é baseada principalmente no precursor da dopamina L-DOPA. No entanto, o tratamento a longo prazo com a L-DOPA está associado a efeitos colaterais indesejados denominados discinesias induzidas por L-DOPA (LIDs). Recentemente, compostos que interferem com a disponibilidade de nucleotídeos cíclicos (cAMP/cGMP), como os inibidores da fosfodiesterase 10A (PDE10A), estão emergindo como uma co-terapia antidiscinética promissora. O principal objetivo deste projeto é estudar parâmetros neurofisiológicos associados com as LIDs e verificar como essas alterações são moduladas por inibidores da PDE10A em um modelo pré-clínico da DP. Com base nos resultados anteriores de nossos grupos de pesquisa (Suécia e Brasil), testaremos a hipótese central de que a manipulação da disponibilidade central de nucleotídeos cíclicos pode modular oscilações de redes neurais que estão ligadas a estados cerebrais patológicos, como é o caso das LIDs. Com base em nossos interesses mútuos de pesquisa, implementaremos essa colaboração de pesquisa conduzindo experimentos com base em nossos projetos em andamento. O grupo brasileiro possui experiência em modelos animais de doenças neurodegenerativas, neurofarmacologia e métodos neuroquímicos. Por outro lado, a equipe sueca desenvolveu uma abordagem neurofisiológica altamente promissora para o desenvolvimento de novas terapias antidiscinéticas. Juntos, os dois grupos se unirão para consolidar uma nova abordagem para estudar DP e as LIDs. Espera-se que esse estudo contribua com o desenvolvimento de novas opções de tratamento para pacientes com DP. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)