Busca avançada
Ano de início
Entree

MRC-FAPESP: definindo a função do reservatório hematopoiético de parasitas na infecção e patologia causadas por Plasmodium vivax

Processo: 21/04632-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2021 - 30 de novembro de 2025
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia
Convênio/Acordo: MRC, UKRI
Pesquisador responsável:Fabio Trindade Maranhão Costa
Beneficiário:Fabio Trindade Maranhão Costa
Pesq. responsável no exterior: Matthias Marti
Instituição no exterior: University of Glasgow, Escócia
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Pesq. associados: Marcus Vinícius Guimarães de Lacerda
Assunto(s):Malária  Plasmodium vivax  Ciclo de vida  Interações hospedeiro-patógeno  Medula óssea  Baço  Resposta imune 

Resumo

Neste projeto de colaborativo com a Universidade de Glasgow propomos, pela primeira vez, a realização de uma análise abrangente de um aspecto ainda negligenciado, porém crucial, do ciclo de vida do parasito Plasmodium vivax (Pv), referente à infecção deste patógeno nos seus potenciais nichos hematopoiéticos. Aqui, investigaremos sistematicamente a infecção por Pv em um dos principais nichos hematopoiéticos, a medula óssea (MO) e o baço em comparação com o sangue periférico (SP). Nossa hipótese é que assinaturas diferenciais do parasita definem as infecções na MO, baço e SP, guiadas por interações únicas no que tange a relação parasito-hospedeiro, a resposta imunológica do hospedeiro e os processos patológicos que especificamente podem ocorrer nesses compartimentos. Combinaremos uma série de tecnologias de alto desempenho (single cell RNA-seq, LUMINEX e CYTOF) para desenvolver um atlas molecular e celular da interação parasita-hospedeiro durante a infecção hematopoiética. Ainda, serão realizados ensaios funcionais ex vivo para desvendar mecanismos relacionados a infecção parasitária nestes nichos. Estas análises têm o potencial de informar novas estratégias de tratamento antimalárico, oferecendo alvos para intervenções quimioterápicas com o intuito de reduzir a carga parasitária e / ou bloquear a transmissão, além de fornecer informações valiosas para melhorar o entendimento de aspectos críticos da biologia de Pv. Esperamos que os achados permitam somar aos esforços globais em curso para a eliminação e erradicação da malária. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)