Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo morfometrico do intestino de codornas (coturnix coturnix japonica) quando tratadas com diferentes niveis de calcio na racao

Resumo

Serão utilizados 4 grupos de codornas fêmeas (Coturnix japônica) com 37 semanas de idade, os quais receberão rações padronizadas contendo diferentes níveis de Cálcio: 2,0%; 2,5%; 3,0%; 3,5%, durante 12 semanas. Logo após, serão sacrificadas e a análise morfométrica do intestino será realizada para verificar o comportamento das alças intestinais, quando as aves receberem diferentes níveis de Cálcio na ração. O intestino das aves, em geral, apresenta uma disposição em alças muito variada, porém, só a porção inicial da alça duodenal é constante, devido à topografia do pâncreas. A maior parte do jejuno esta disposta em várias alças curtas, com a forma de grinalda na borda do longo mesentério dorsal. A parte distal do jejuno é contínua com o íleo na linha média, ventralmente ao reto e à cloaca, e dorsalmente ao duodeno ascendente. Embora o íleo tenha uma longa parte ascendente e uma curta parte descendente, ele não é uma verdadeira alça (McLELLAND, 1986). DRIGGERS & COMAR (1949) relataram que 2,25% de cálcio ou aproximadamente 2,0 a 2,5g por dia são adequados na dieta de galinhas de postura, considerando que a função primária do cálcio seja a formação dos ossos e da casca do ovo, outras atividades também dependem da presença de cálcio, tal como a formação da gema... (AU)