Busca avançada
Ano de início
Entree

Filogeografia molecular do curimbatá Prochilodus lineatus (Prochilodontidae: Characiformes) do ecossistema dos Rios Mogi-Guaçu / Pardo / Grande da Bacia Superior do Rio Paraná, através da análise de haplótipos do DNA mitocondrial

Processo: 04/14457-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2005 - 31 de março de 2008
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Pesquisador responsável:Fausto Foresti
Beneficiário:Fausto Foresti
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Peixes  Prochilodus lineatus  Migração de peixes  Conservação genética  DNA mitocondrial  Haplotipos  Variação genética  Filogenia  Rio Mogi-Guaçu 

Resumo

O curimbatá, Prochilodus lineatus, representa uma das mais importantes espécies de peixe comercializadas no Sudeste do Brasil. Assim, este projeto pretende caracterizar a variabilidade genética de cardumes naturais migradores que chegam até a Cachoeira de Emas, no rio Mogi-Guaçu, em diferentes momentos do período de desova (piracema), através da análise de haplótipos de mtDNA, identificados pelo seqüenciamento e análise de restrição (RFLP) da região controle (D-loop). Tem-se como objetivo identificar a distribuição geográfica destas linhagens no ecossistema estudado, confirmando assim, a hipótese dos lares de reprodução e alimentação (Godoy, 1975), bem como propor uma hipótese filogeográfica para populações desta espécie, através da elaboração de um mapa da rota de migração das populações ao longo do ecossistema dos rios Mogi-Guaçu/Pardo/Grande. Além do planejamento do manejo, conservação e cultivo desta espécie, as informações podem constituir um modelo de estudo para outras espécies migradoras neste ambiente. (AU)