Busca avançada
Ano de início
Entree

Técnicas de parametrização global para o fluxo de carga continuado

Resumo

Este projeto pretende propor e avaliar a utilização de variáveis globais no passo de parametrização do fluxo de carga continuado e comparar a sua eficiência com as das utilizadas em trabalhos anteriores. A técnica já vem sendo desenvolvida a partir das técnicas anteriormente desenvolvidas [Garbelini et al., 2006], onde a singularidade da matriz Jacobiana é eliminada pela adição de equações de retas. O uso de variáveis globais não é recente e tem despertado muito interesse ao longo dos anos, conforme se pode observar em diversas referências (Iba et al., 1991; Chiang et al. 1995; Garbelini et al., 2006; Zhao e Zhang, 2006; Li e Chiang, 2008). Isso se deve ao fato de que, em geral, o uso dessas variáveis proporciona uma série de vantagens, p.ex.: o seu uso torna desnecessária a realização da troca de parâmetro ao longo de todo o traçado da curva P-V; e as curvaturas das trajetórias de soluções apresentam o mesmo comportamento, o que facilita o estabelecimento do passos necessários para o sucesso na determinação das margens de carregamento. Um outro ponto importante está relacionado com o interesse por parte das empresas na redução do tempo de CPU dos algoritmos utilizados para o traçado das curvas P-V nas etapas de planejamento e operação de um sistema elétrico de potência. Esse interesse é conseqüente da necessidade de se definir as margens de estabilidade de tensão e as ações de controle necessárias não só para as condições normais de operação (caso base), mas também para diferentes condições de contingência. Assim, neste projeto também se pretende investigar a possibilidade de redução do tempo computacional necessário para o traçado da curva P-V. Neste sentido, já vem sendo avaliada a influência do uso do procedimento de atualizar a matriz Jacobiana somente quando o sistema sofrer alguma mudança significativa, ao invés de atualizá-la a cada iteração. (AU)