Busca avançada
Ano de início
Entree

Qualidade de vida e sua relação com o curso de vida de crianças e adolescentes portadores de HIV/AIDS

Processo: 08/53322-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2008 - 30 de novembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Epidemiologia
Pesquisador responsável:Maria Do Rosario Dias de Oliveira Latorre
Beneficiário:Maria Do Rosario Dias de Oliveira Latorre
Instituição-sede: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):10/07883-7 - Qualidade de vida e sua relação com o curso de vida de crianças e adolescentes portadores de HIV/AIDS, BP.TT
10/06134-0 - Qualidade de vida e sua relação com o curso de vida de crianças e adolescentes portadores de HIV/AIDS, BP.TT
09/07766-3 - Qualidade de vida e sua relação com o curso de vida de crianças e adolescentes portadores de HIV/AIDS, BP.TT
09/04498-8 - Qualidade de vida e sua relação com o curso de vida de crianças e adolescentes portadores de HIV/AIDS, BP.TT
Assunto(s):HIV  AIDS  Crianças  Adolescentes  Sobrevida  Qualidade de vida  Perda auditiva  Lipodistrofia 

Resumo

Introdução: Qualidade de vida relacionada à saúde e o curso de vida de crianças e adolescentes vivendo com HIV/Aids têm sido estudados em países desenvolvidos. Objetivos: analisar a qualidade de vida relacionada à saúde, adesão ao uso de medicamentos, presença de lipodistrofia, perda auditiva e à sobrevida de crianças e adolescentes portadores de HIV/AIDS que estão em acompanhamento no Instituto da Criança do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina - ICr. Métodos: Serão analisados todos os pacientes com HIV/AIDS que estão em acompanhamento no ambulatório do ICr. Os dados de qualidade de vida serão coletados por meio dos questionários de Avaliação da Qualidade de Vida com 3 versões para 3 faixas etárias específicas (6 meses a 4 anos, 5 a 11 e 12 a 20 anos) e os de auto-eficácia pela Escala de Auto-Eficácia para seguir Prescrição Anti-Retroviral e o Questionário de adesão. Também serão analisados os exames clínicos e bioquímicos feitos de rotina. Quanto à avaliação audiológica, será realizada a avaliação dos limiares auditivos e, em seguida, serão realizadas a timpanometria e a pesquisa dos reflexos acústicos, para avaliar as condições da orelha média. Também serão realizadas as emissões otoacústicas evocadas transitórias para analisar a integridade da função coclear e a audiometria de tronco encefálico para avaliar a integridade das vias auditivas até o tronco encefálico. Na análise estatística, será feita a caracterização da amostra por meio da estatística descritiva e as análises dos fatores associados serão realizadas por meio do teste associação pelo qui-quadrado e modelos de regressão logística univariados e múltiplos e modelos de regressão linear simples e múltipla. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Pesquisadores da USP avaliam qualidade de vida de crianças e jovens portadores de HIV-Aids 

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
Alta prevalência de sedentarismo em adolescentes que vivem com HIV/Aids. Revista Paulista de Pediatria, v. 33, n. 3, p. -, Set. 2015.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.