Busca avançada
Ano de início
Entree

Síntese hidrotermal de compostos ATiO3 (A=Sr,Ca) nanocristalinos dopados com Fe2+, Ni2+ e Mg2+

Processo: 10/02670-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2010 - 30 de setembro de 2012
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Valmor Roberto Mastelaro
Beneficiário:Valmor Roberto Mastelaro
Instituição-sede: Instituto de Física de São Carlos (IFSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Pesq. associados:Maria Inês Basso Bernardi ; Mário Lúcio Moreira
Assunto(s):Materiais compósitos  Materiais nanoestruturados  Nanocristais 

Resumo

O processo da adição de dopantes tem sido largamente utilizado no processamento de novos materiais. A incorporação de átomos ou íons de determinados elementos em uma matriz hospedeira tem levado a obtenção de novos materiais apresentando novas propriedades e aplicações. Nos materiais nanocristalinos, o processo de dopagem tem sido considerado de fundamental importância para estabilizar determinadas fases cristalinas bem como modificar as propriedades físicas e químicas do material. O método de síntese hidrotermal convencional e o assistido por microondas têm propiciado a obtenção de materiais em uma escala que varia do nano ao mícron apresentando propriedades físicas e químicas diferenciadas em relação aos mesmos materiais obtidos através de métodos mais convencionais de síntese. Os objetivos deste projeto de pesquisa são a síntese e a caracterização de compostos ATiO3 (A=Sr,Ca) dopados com os íons Mg2+ ou Ni2+ ou Fe2+ através do método hidrotermal convencional e do método hidrotermal assistido por microondas. Espera-se através deste projeto verificar o efeito dos parâmetros de síntese (tempo e temperatura), da introdução de dopantes e do uso ou não de microondas no processo de nucleação, crescimento e nas propriedades físicas destes compostos. A verificação dos efeitos da mudança dos parâmetros de síntese e da introdução dos dopantes nas propriedades físicas dos materiais será realizada através da utilização de uma serie de técnicas de caracterização tradicionais e avançadas como difração de raios X, espectroscopia Raman e de absorção de raios-X, microscopia eletrônica de varredura e transmissão e fotoluminescência. Espera-se que ao final do trabalho tenhamos contribuído para uma melhor compreensão dos efeitos do processamento do método hidrotermal assistido ou não por microondas bem como do efeito da adição de dopantes nesta classe de compostos nanoestruturados. (AU)