Busca avançada
Ano de início
Entree

GRPA relativística para ressonâncias gigantes com troca de carga e decaimento beta

Processo: 05/52679-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Apoio a Jovens Pesquisadores
Vigência: 01 de setembro de 2005 - 30 de abril de 2010
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física Nuclear
Pesquisador responsável:Cláudio de Conti
Beneficiário:Cláudio de Conti
Instituição-sede: Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus Experimental de Itapeva. Itapeva , SP, Brasil
Assunto(s):Teoria de campos 
Publicação FAPESP:http://media.fapesp.br/bv/uploads/pdfs/Investindo...pesquisadores_236_185_185.pdf

Resumo

As ressonâncias gigantes com troca de carga são excitações coletivas do núcleo atômico com diversas multipolaridades. Os estados excitados nucleares também produzem reações tais como o decaimento beta. O decaimento beta é um processo que ocorre quando um núcleo pai com (N, Z) sofre uma transição para um núcleo filho com (N-1, Z+1) ou (N+1, Z1). A RPA é o modelo mais simples utilizado para descrever os estados excitados de um núcleo atômico que admite que o estado fundamental nuclear não tem apenas um caráter de partículas independentes, mas contém correlações. Quando a RPA é derivada com base na aproximação de Dirac-Hatree-Fock-Bogoliubov, ela é chamada de RPA de quase partícula relativística (RQRPA). Nesse projeto iremos usar o formalismo da RQRPA para descrever os estados excitados coletivos com troca de carga, tais como o estado isobárico análogo e a ressonância de Gamow-Teller, para núcleos alvos com camadas abertas. Além disso, iremos aplicar esse modelo no cálculo do decaimento beta de núcleos exóticos. (AU)