Busca avançada
Ano de início
Entree

Detecção e estudo de eventos solares transientes e variação climática

Resumo

O estudo da atividade solar é uma área muito ativa de pesquisa devido ao interesse crescente na relação entre os ciclos do sol e o clima. O estudo da atividade solar oferece o potencial para a predição de longo alcance do comportamento de Sol e variações do clima associadas. Muitos eventos que inicialmente pareciam ser aleatórios, por exemplo, efeitos globais como El Niño e La Nina, poderiam ter sido previstos com muita antecedência ao seu início. Entretanto, estes estudos ainda estão na sua fase inicial. Satélites como o SOHO e ACE, monitoram o Sol continuamente, eles estão localizados no ponto de Lagrange 1. Porém, o seu maior potencial é restrito à detecção da radiação eletromagnética, com destaque para a radiação X, já que a radiação X se propaga em linha reta entre o Sol e a Terra. Entretanto, partículas solares enérgicas (PSE), são partículas de alta energia (prótons, elétrons e íons) provenientes do Sol, com energia que varia de alguns keV até centenas de GeV, são originadas em processos solares transientes como as explosões solares conhecidas como "flares solares". Elas não se propagam em linha reta, seguem "espiral ando" as linhas do campo magnético interplanetário (espiral de Parker). O objetivo principal deste projeto é a construção de dois telescópios de múons, partículas da radiação cósmica secundária, originadas na atmosfera por interações de prótons de energia maior a um GeV, um em Niterói-RJ e outro em Campinas-SP, para a detecção e monitoramento destes eventos solares transientes. Pelo fato destes lugares estarem dentro e próximo da região central da Anomalia Magnética do Atlântico Sul, a rigidez magnética de corte para partículas carregadas provenientes do espaço externo é muito baixa. Isto permite uma sensibilidade suficiente para observar fiares e outros eventos solares de pequena escala. A sincronização destes telescópios via relógios regulados por sinal GPS, permitirá um estudo mais detalhado destes eventos e sua correlação com parâmetros climáticos globais. A viabilidade do projeto é garantida pelos resultados do projeto Tupi do IF-UFF. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
AUGUSTO, C. R. A.; KOPENKIN, V.; NAVIA, C. E.; TSUI, K. H.; SHIGUEOKA, H.; FAUTH, A. C.; KEMP, E.; MANGANOTE, E. J. T.; LEIGUI DE OLIVEIRA, M. A.; MIRANDA, P.; et al. VARIATIONS OF THE MUON FLUX AT SEA LEVEL ASSOCIATED WITH INTERPLANETARY ICMEs AND COROTATING INTERACTION REGIONS. ASTROPHYSICAL JOURNAL, v. 759, n. 2, . (11/50193-4)
AUGUSTO, C. R. A.; NAVIA, C. E.; DE OLIVEIRA, M. N.; NEPOMUCENO, A. A.; FAUTH, A. C.; KOPENKIN, V.; SINZI, T.. Relativistic Proton Levels from Region AR 12673 (GLE #72) and the Heliospheric Current Sheet as a Sun-Earth Magnetic Connection. Publications of the Astronomical Society of the Pacific, v. 131, n. 996, . (11/50193-4)
AUGUSTO, C. R. A.; NAVIA, C. E.; DE OLIVEIRA, M. N.; NEPOMUCENO, A. A.; RAULIN, J. P.; TUEROS, E.; DE MENDONCA, R. R. S.; FAUTH, A. C.; VIEIRA DE SOUZA, H.; KOPENKIN, V.; et al. The 2015 Summer Solstice Storm: One of the Major Geomagnetic Storms of Solar Cycle 24 Observed at Ground Level. SOLAR PHYSICS, v. 293, n. 5, . (11/24117-9, 11/50193-4)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.