Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação de tratamentos térmicos, atmosfera modificada e utilização de cloreto de cálcio para a conservação pós-colheita de pêssego IAC douradão

Processo: 05/02179-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2005 - 30 de abril de 2009
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Ricardo Alfredo Kluge
Beneficiário:Ricardo Alfredo Kluge
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):06/02685-7 - Avaliação de tratamentos térmicos, atmosfera modificada e utilização de cloreto de cálcio para a conservação pós-colheita de pêssego IAC Douradão, BP.TT
Assunto(s):Fisiologia vegetal  Fisiologia pós-colheita  Tratamento térmico  Conservação de alimentos pelo frio  Armazenagem em atmosfera modificada  Cloreto de cálcio  Pêssego 

Resumo

As injúrias pelo frio e deteriorações pós-colheita têm sido consideradas como as principais fontes de perdas pós-colheita de frutas e hortaliças refrigeradas. Quando presentes, reduzem sensivelmente a aceitação do produto no mercado. Como é um cultivar recente no mercado o IAC Douradão não possui estudos sobre seu comportamento pós-colheita e principalmente sob armazenamento refrigerado, não se conhecendo seu grau de sensibilidade às injúrias pelo frio e outros aspectos relacionados à qualidade dos frutos. O objetivo do presente projeto é caracterizar o comportamento pós-colheita dos frutos de pêssego cv IAC Douradão quanto ao grau de sensibilidade às injúrias pelo frio e verificar o efeito de diversos tratamentos como: tratamentos térmicos, modificação de atmosfera e aplicação de cloreto de cálcio (CaCl2), sobre a incidência das injúrias pelo frio e aspectos de qualidade dos frutos, visando selecionar métodos simples que em conjunto com a refrigeração resultem no prolongamento do período de armazenamento. Os tratamentos térmicos serão realizados na forma de condicionamento térmico antes da refrigeração, por aquecimento intermitente durante o armazenamento refrigerado e através de choque a frio antes da refrigeração. A modificação de atmosfera será obtida através de acondicionamento dos frutos em diferentes tipos de embalagens com e sem a injeção de gás. A aplicação de CaCl2 será feito através de imersão soluções com diferentes concentrações. Os frutos serão armazenados durante 21 dias à temperatura de 1ºC e deixados por 3 dias em temperatura ambiente, para simulação do período de comercialização... (AU)