Busca avançada
Ano de início
Entree

Torres do progresso: templos católicos paulistas na virada do século XX

Processo: 17/10769-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2017 - 31 de julho de 2019
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Arquitetura e Urbanismo - Fundamentos de Arquitetura e Urbanismo
Pesquisador responsável:Vladimir Benincasa
Beneficiário:Vladimir Benincasa
Instituição-sede: Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação (FAAC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Bauru. Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Arquitetura religiosa  Edifícios religiosos  Templos  Igreja católica  São Paulo 

Resumo

Analisa a arquitetura de templos católicos construídos durante a vigência do ecletismo, neocolonial e protomodernismo arquitetônicos no Estado de São Paulo, que corresponde ao período de enriquecimento com a lavoura cafeeira, e a sua influência enquanto símbolos de uma nova era republicana e de modernidade. Pretende levantar uma amostragem de exemplares construídos entre o final do século XIX e primeiras décadas do século XX, erguidos ou reformados sob parâmetros da arquitetura eclética e protomodernista, que preservem suas características originais. O objetivo é documentar exemplares desse tipo de arquitetura, de 10 a 15 exemplares, em distintas regiões paulistas, de diferentes tamanhos e hierarquias (de capelas a catedrais), e entender a sua importância e significado na construção da paisagem urbana paulista.Analisam-se, fundamentalmente, três aspectos, quando possível: 1 - Aspectos históricos da edificação, como por exemplo, data de edificação; quem foram os autores dos projetos, sua origem e formação; a origem da mão-de-obra utilizada; 2 - Aspectos técnicos do templo, tendo por base elementos construtivos e estruturais, técnicas utilizadas e a origem dos materiais construtivos; custos da obra; origem da captação de recursos para a construção; e,3 - Aspectos formais e simbólicos, analisando elementos compositivos e seus significados dentro dos cânones católicos; a relação com a paisagem envoltória, à época de sua construção; a articulação estabelecida entre os espaços internos e externos; e os usos dos espaços internos através do estudo da liturgia da Igreja Católica no período. A pesquisa será feita por meio de leitura fotográfica (utilizando fotos da primeira metade do século XX); entrevistas; levantamentos fotográfico e métrico atuais; análise de projetos originais (caso estes existam); e pesquisa em fontes primárias, como documentação existente nos acervos das próprias igrejas, além de consulta a bibliografia correlata, jornais e revistas de época. (AU)