Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de sistemas de liberação controlada de ativos cosméticos via técnica de eletrofiação visando aplicação tópica empregando equipamento escalável

Processo: 17/06268-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Parceria para Inovação Tecnológica - PITE
Vigência: 01 de novembro de 2018 - 31 de janeiro de 2021
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Convênio/Acordo: EMBRAPII
Pesquisador responsável:Adriano Marim de Oliveira
Beneficiário:Adriano Marim de Oliveira
Instituição-sede: Instituto de Pesquisas Tecnológicas S/A (IPT). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Empresa: ANANSE QUIMICA LTDA
Município: São Paulo
Pesquisadores principais:Kleber Lanigra Guimarães ; Maria Helena Ambrosio Zanin ; Natália Neto Pereira Cerize
Pesq. associados:Denivaldo Ribeiro Mota ; Renato Rosafa Gavioli
Auxílios(s) vinculado(s):17/26372-2 - EMU concedido no processo 2017/06268-6: equipamento de eletrofiação em escala laboratorial da fabricante Inovenso, modelo Nanospinner24-XP, AP.EMU
Bolsa(s) vinculada(s):18/00533-2 - Treinamento em caracterização de soluções poliméricas e produtos de eletrofiação, BP.TT
Assunto(s):Eletrofiação  Cosméticos  Nanofibras  Microencapsulação  Sistemas de liberação de medicamentos 

Resumo

O presente projeto tem como objetivo principal desenvolver, empregando infraestrutura passível de escalonamento, processo para obtenção de nanofibras a base de materiais poliméricos via técnica de eletrofiação para construção de sistemas de liberação controlada de ativos cosméticos. Mais especificamente objetiva a geração de nanofibras empregando soluções poliméricas dos polímeros alginato, polinivilpirrolidona (PVP), e polimetilmetacrilato (PMMA) como principais constituintes das matrizes de revestimento (encapsulação) de ativos hidrofílico (vitamina B3) e hidrofóbico (vitamina E), visando aplicação cosmética em máscaras faciais. O projeto será realizado em uma única fase, desenvolvida em escala laboratorial, sendo as atividades realizadas em 4 etapas distintas, a citar:1) Levantamento Bibliográfico, aquisição de matérias primas e aquisição e instalação de infraestrutura;2) Geração e caracterização de amostras na ausência de ativo;3) Geração e caracterização de amostras contendo ativo encapsulado;4) Avaliação de desempenho. (AU)