Busca avançada
Ano de início
Entree

Plano de aplicação dos recursos da RTI-FAPESP exercício 2017 no Centro de Ciências Biológicas e da Saúde da Universidade Federal de São Carlos

Processo: 17/27106-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Reserva Técnica para Infra-estrutura Institucional de Pesquisa
Vigência: 01 de março de 2018 - 29 de fevereiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Felipe Roberti Teixeira
Beneficiário:Felipe Roberti Teixeira
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Biociências  Ciências da saúde  Recursos para a pesquisa  Infraestrutura de pesquisa  Reserva técnica 

Resumo

O Conselho de Centro CoC/CCBS, considerando as especificidades das Áreas (Biológica e Saúde) que compõem a estrutura acadêmica, de pesquisa e de extensão do CCBS/UFSCar, seguindo as diretrizes da FAPESP, pautou a aplicação dos recursos da RTI-FAPESP a partir de diagnóstico da situação atual, no qual foram estabelecidas as ações necessárias para a superação das dificuldades identificadas e para a melhoria da infraestrutura coletiva de pesquisa do CCBS. O CCBS é bastante heterogêneo, envolvendo duas grandes áreas de conhecimento - Biológica e Saúde. O diagnóstico inicial foi pautado em três principais pilares: 1) Infra-estrutura comum: utilizada como apoio à pesquisa por todos os membros do CCBS. Atualmente esse universo compreende o Biotério Central e a infraestrutura do edifício da Diretoria, particularmente, os anfiteatros utilizados para defesas de teses e dissertações; reuniões científicas dos grupos de pesquisa do CCBS e apoio à realização de eventos. 2) Infra-estrutura área biológica: laboratórios que desenvolvem pesquisas ligadas diretamente à área biológica, como biotecnologia, bioquímica, biologia molecular, entre outros. É importante destacar que diversas pesquisas da área da saúde também envolvem estudos da área básica e estão contemplados neste item. 3) Infra-estrutura área saúde: laboratórios que desenvolvem pesquisas na área da saúde, particularmente envolvendo seres humanos.A partir destes três pilares foi possível identificar três demandas coletivas para atendimento. Cada uma delas possibilitará o atendimento múltiplo a diferentes pesquisadores, uma vez que foram priorizadas demandas de caráter multiusuário, a saber: 1) Infra-estrutura comum: aprimoramento da qualidade dos animais produzidos pelo Biotério Central e ampliação técnica do sistema de videoconferência do CCBS. 2) Infra-estrutura área biológica: o CCBS foi recentemente contemplado com a aprovação da proposta "UFSCAR-SEQ - UFSCar-Seq: Uma facility para sequenciamento em larga-escala e análise de sequências de DNA e RNA da UFSCar", junto à CHAMADA PÚBLICA MCTI/FINEP/CT-INFRA - PROINFRA - 02/2014 - Equipamentos Multiusuários, no valor de R$ 1.492.720,80. A implementação dessa proposta demanda também investimento na infra-estrutura de pesquisa em Biologia Molecular. Já fizemos um investimento importante com a RTI-FAPESP de 2016 mas prevemos que isso continuará ocorrendo nos próximos anos. Assim, permanece a demanda por equipamentos específicos e também alguns itens de apoio, como computadores, impressoras e climatização de ambientes. Uma sala adequada para cultivo de organismos patogênicos caracterizada como Nível de Segurança 2 (NB2) é uma necessidade para várias linhas de pesquisa que fazem uso destes microorganismos nos Departamentos deste Centro em Auxílios Regulares FAPESP em vigência. Além disso, a demanda por nitrogênio líquido compreende uma necessidade comum dos pesquisadores que desenvolvem estudos na área básica/biológica. 3) Infra-estrutura área saúde: a infra-estrutura de pesquisa associada ao desenvolvimento de pesquisa clínica, na Fisioterapia, Terapia Ocupacional e Gerontologia foi também priorizada nessa proposta, tendo em vista o crescente número de pesquisas realizadas nessas áreas, bem como o caráter multiusuário de laboratórios de pesquisa atendidos. (AU)