Busca avançada
Ano de início
Entree

Respostas fisiológicas e metabólicas de três espécies de leguminosas tropicais as mudanças climáticas globais

Processo: 06/61544-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2007
Vigência (Término): 05 de julho de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Fisiologia Vegetal
Pesquisador responsável:Marcos Silveira Buckeridge
Beneficiário:Adriana Yepes Mayorga
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Hymenaea   Sesbania   Metabolismo vegetal   Gases do efeito estufa   Ciclo do carbono   Estresse hídrico   Uso do solo   Mudança climática

Resumo

A abertura de clareiras naturais é um importante componente da dinâmica interna de florestas pluviais tropicais como a Mata Atlântica e determinante para a composição e estrutura fisionômica e fitos sociológica das comunidades vegetais; se cria um mosaico de diferentes estágios sucessionais: pioneira, secundaria inicial e secundaria tardia com composição, estrutura e microclimas específicos. As mudanças no uso e cobertura do solo, à poluição e o esgotamento dos aqüíferos e os altos índices demográficos e de pobreza verificados ao redor do globo aliam-se as altas taxas de emissão dos gases que provocam o efeito estufa para compor um quadro de grande ameaça à biodiversidade global, incluindo os seres humanos. Leguminosae é uma das famílias mais importantes no Domínio das Florestas Atlânticas e Tropicais, tanto pelo número de espécies, como de indivíduos na estrutura das Florestas Atlânticas. Godoy (não publicado) observou que o desempenho fisiológico de plântulas de cinco espécies de leguminosas estudadas varia com a posição que a planta ocupa no processo de sucessão ecológica. Tais dados demonstram que o processo sucessional é um mecanismo contínuo de assimilação de carbono e incorporação em biomassa pelas plantas, influenciado pela gerencia da água absorvida de cada espécie. No presente projeto, pretende-se avaliar as respostas fisiológicas e metabólicas das espécies de leguminosas de diferente guilda de regeneração: Sesbania virgata (pioneira) Schyzolobium parayba (secundaria inicial) e Hymenaea courbaril (secundaria tardia) às mudanças climáticas globais, pelo estudo dos efeitos em conjunto do C02 elevado, da temperatura e do estresse hídrico. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
MAYORGA, Adriana Yepes. Desenvolvimento e efeito da concentração atmosférica de CO2 e da temperatura em plântulas juvenis de Hymenaea courbaril L., jatobá. 2010. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Biociências São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.