Busca avançada
Ano de início
Entree

Mapeamento Fino de Locos Associados à Resistência à Mancha Angular em Feijão (Phaseolus vulgaris L)

Processo: 09/02411-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2009
Vigência (Término): 30 de abril de 2013
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Luciana Lasry Benchimol-Reis
Beneficiário:Paula Rodrigues Oblessuc
Instituição-sede: Instituto Agronômico (IAC). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Marcador molecular   Feijão

Resumo

O feijão comum (Phaseolus vulgaris L.) é o legume mais consumido em todo o mundo. O melhoramento do feijoeiro busca ferramentas que agilizem a transferência de genes de resistência à doenças para cultivares em desenvolvimento. Ferramentas genômicas permitem marcar, clonar e introgredir genes ou QTLs através marcadores moleculares. O mapeamento de genes de resistência possibilita o estudo de interações gênicas, epistáticas e ambientais entre tais locos, fornecendo informações importantes ao melhoramento.A mancha angular, causada pelo fungo Pseudocercospora griseola (Sacc.) Crous & U. Braun, acarreta grandes prejuízos aos produtores de feijão. Assim, o mapeamento fino, via chromosome walking, possibilita que marcadores moleculares alelo específicos, que co-segregam com locos de resistência sejam identificados, viabilizando a clonagem posicional dos genes de resistência. Com isso, o melhorista pode manipular a variação genética, realizando introgressão e piramidação dos genes de resistência através de seleção assistida por marcadores ou transgenia.Tendo em continuidade ao Processo FAPESP nº 06/58332-5 ("Construção de um mapa genético-molecular e mapeamento de locos ligados à resistência à Mancha Angular em feijão comum (Phaseolus vulgaris L.) utilizando marcadores microssatélites"), o presente projeto visa mapear locos de resistência à mancha angular e identificar seus efeitos epistáticos e de interação com ambiente. A magnitude dos locos identificados será quantificada. A região do loco de maior efeito sobre o fenótipo será estudada em maior detalhe através de sua saturação com marcadores moleculares. Para isso, será utilizada a população segregante 'IAC-UNA' (Mesoamericano / suscetível) x 'CAL 143' (Andina / resistente), que já foi utilizada em trabalho prévio de mapeamento com microssatélites.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
OBLESSUC, PAULA RODRIGUES; BARONI, RENATA MORO; PEREIRA, GUILHERME DA SILVA; CHIORATO, ALISSON FERNANDO; MORAIS CARBONELL, SERGIO AUGUSTO; BRINEZ, BORIS; DA COSTA E SILVA, LUCIANO; FRANCO GARCIA, ANTONIO AUGUSTO; ARANHA CAMARGO, LUIS EDUARDO; KELLY, JAMES D.; et al. Quantitative analysis of race-specific resistance to Colletotrichum lindemuthianum in common bean. MOLECULAR BREEDING, v. 34, n. 3, p. 1313-1329, . (09/02411-2, 08/52541-7, 10/51673-7)
OBLESSUC, PAULA RODRIGUES; KUPPER CARDOSO PERSEGUINI, JULIANA MORINI; BARONI, RENATA MORO; CHIORATO, ALISSON FERNANDO; MORAIS CARBONELL, SERGIO AUGUSTO; COSTA MONDEGO, JORGE MAURICIO; VIDAL, RAMON OLIVEIRA; ARANHA CAMARGO, LUIS EDUARDO; BENCHIMOL-REIS, LUCIANA LASRY. Increasing the density of markers around a major QTL controlling resistance to angular leaf spot in common bean. THEORETICAL AND APPLIED GENETICS, v. 126, n. 10, p. 2451-2465, . (09/02411-2, 10/51673-7)
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
OBLESSUC, Paula Rodrigues. Mapeamento fino de locos associados à resistência à mancha angular em feijão (Phaseolus vulgaris L.). 2013. Tese de Doutorado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Instituto de Biologia Campinas, SP.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.