Busca avançada
Ano de início
Entree

Itu, Salto e Sorocaba: metropolização do espaço

Processo: 10/07291-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2010
Vigência (Término): 27 de março de 2015
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Geografia - Geografia Regional
Pesquisador responsável:Sandra Lencioni
Beneficiário:Andréia de Cássia da Silva Ajonas
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Aglomerações urbanas

Resumo

Nesta pesquisa procuraremos compreender as transformações nas inter-relações entre cidades a partir do processo de metropolização do espaço, empreendido a partir das últimas décadas do século vinte, o qual se vincula a transformações no próprio sistema capitalista e sua reestruturação produtiva e espacial. Essas transformações imprimiram novos conteúdos às cidades, redefinindo seus papéis no contexto da rede urbana e modificando suas morfologias. No Estado de São Paulo, foi de grande importância a desconcentração espacial de atividades econômicas, sobretudo produtivas, a partir da metrópole paulista, seguindo os eixos de desenvolvimento. Através desses eixos, as atividades tenderam a se dispersar para as cidades mais bem equipadas, situadas em suas bordas. O desenvolvimento de novas tecnologias atua diminuindo o peso das relações hierárquicas no contexto da rede urbana, que, no entanto, parecem se manter e, em alguns casos, se reforçarem, pela ampliação dos papéis das cidades grandes e médias.Para a compreensão das alterações nos papéis regionais das cidades e, com isso, do processo de metropolização do espaço, realizaremos a análise das inter-relações existentes entre três cidades, bem como das inter-relações existentes entre elas e a Região Metropolitana de São Paulo; quais sejam: Itu, Salto e Sorocaba. Por meio do estabelecimento de variáveis, buscaremos identificar conteúdos de uma lógica flexível nas interações entre esses núcleos, bem como compreender até que ponto a visão tradicional de rede urbana, baseada em um enfoque hierárquico, ainda é capaz de explicar a realidade dentro de nosso recorte territorial.A nova realidade que se impõe diante da aceleração do processo de urbanização, sobretudo na região próxima à capital paulista, traz consigo novos desafios práticos e teóricos, visto que o aumento das relações entre cidades implica em repensar tanto práticas de planejamento e gestão, quanto teorias, conceitos e metodologias de pesquisa. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
AJONAS, Andréia de Cássia da Silva. Metropolização do espaço: Itu, Salto e Sorocaba - SP. 2015. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.