Busca avançada
Ano de início
Entree

Relação entre varismo de antepé, torque excêntrico abdutor e rotador lateral do quadril e valgo do joelho durante o agachamento unipodal em mulheres na fase final da puberdade

Processo: 10/17336-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2011
Vigência (Término): 30 de novembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Fábio Viadanna Serrão
Beneficiário:Ana Luisa Granado Ferreira
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Puberdade   Mulheres   Torque

Resumo

O Varismo de antepé (VA) é uma deformidade estática do pé que aumenta a rotação medial da tíbia, produzindo aumento adaptativo da rotação medial do fêmur. É possível que essa rotação atue como um estímulo para que os músculos rotadores laterais do quadril tenham sua força excêntrica reduzida. Essa redução resulta em excesso de adução e rotação medial do fêmur em atividades em cadeia cinética fechada. Quando associados com abdução e rotação externa da tíbia, caracterizam o chamado valgo dinâmico do joelho, que produz significativo estresse no ligamento cruzando anterior e predispõe o mesmo à lesão. Embora exista a hipótese de que o VA possa levar a alterações de força excêntrica nos músculos do quadril, tal relação ainda não foi investigada. Por isso, este estudo tem como objetivos: Avaliar o torque dos músculos abdutores e rotadores laterais do quadril em contração excêntrica e os padrões cinemáticos do quadril e joelho em mulheres na fase final da puberdade e observar se há correlação entre o VA e as possíveis alterações. Para isso, serão comparados indivíduos de dois grupos - Garotas com VA e Garotas com alinhamento normal do antepé. As voluntárias serão submetidas a avaliações isocinéticas da musculatura do quadril e cinemática durante o agachamento unipodal. Para a comparação inter-grupos será realizado o teste t de Student para amostras independentes (condições paramétricas) ou Mann Whitney U (condições não-paramétricas). O teste Produto-Momento de Pearson será utilizado para a verificação de correlações entre as variáveis. Para todas as análises, será adotado um nível de significância de 5%.