Busca avançada
Ano de início
Entree

Combustão de biomassa da Floresta Amazônica

Processo: 09/10427-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de agosto de 2009
Vigência (Término): 31 de julho de 2011
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Administração - Administração de Empresas
Pesquisador responsável:João Andrade de Carvalho Junior
Beneficiário:Adriane Augusto DAvila de Oliveira
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia (FEG). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Guaratinguetá. Guaratinguetá , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:08/04490-4 - Combustão de biomassa de florestas tropicais, AP.TEM
Assunto(s):Planejamento estratégico   Gestão ambiental   Administração de recursos humanos

Resumo

As florestas primárias ainda são predominantes na Amazônia brasileira. Entretanto, a velocidade do desflorestamento e seus consequentes impactos propiciam uma constante inquietação mundial. A prática de derrubada e queima da vegetação para uso agropecuário encontra-se entre as causas mais significativas para a deterioração das florestas tropicais. Como consequência das queimadas, existe uma tendência para a perda de recursos florestais e para o empobrecimento do patrimônio genético e dos ecossistemas naturais. Outra contribuição negativa desta prática é a emissão de Gases de Efeito Estufa (GEE), contribuindo para o aquecimento global, dando origem às mudanças climáticas. Este projeto temático baseia-se na hipótese de que a prática da derrubada e queima da biomassa da floresta amazônica ocasiona grandes impactos ambientais, pois incrementa a emissão de gases do efeito estufa (GEE) para a atmosfera, e ainda causa reações adversas no solo e no ecossistema. O objetivo principal deste projeto temático é congregar uma equipe multidisciplinar para investigar parâmetros relativos à combustão de biomassa em queimadas e suas emissões. Para se alcançar o objetivo principal, as pesquisas serão realizadas em nove temas específicos. Os trabalhos de campo serão conduzidos em 2009 e 2011 no município de Cruzeiro do Sul, Acre, e, em 2010, na Fazenda Caiabi, município de Alta Floresta, Mato Grosso. O primeiro tema trata do "Monitoramento do Estoque de Carbono e das Emissões de Gases de Efeito Estufa em Sistemas de Uso do Solo, com e sem Combustão de Biomassa Florestal da Amazônia Brasileira". O segundo tema trata da "Determinação de Índices que Quantificam o Material Particulado Inalável Emitido pela Queima da Biomassa Amazônica". O terceiro tema objetiva a "Determinação dos Fatores de Emissão e Eficiência de Combustão Utilizando Amostragem de Gases em Campo e em Laboratório". O quarto tema específico do projeto temático é a "Obtenção de Parâmetros que Caracterizam a Propagação de Fogo de Superfície em Floresta Tropical da Região Amazônica". As investigações serão desenvolvidas em campo e em laboratório. A "Obtenção de Parâmetros para Avaliação do Modelo Numérico de Levantamento de Emissões Quentes (Plume Rise), do CPTEC/INPE" é o quinto tema do projeto temático. O sexto tema trata-se da "Regeneração Natural em Clareiras Naturais e Sucessão Secundária em Áreas Manejadas com Fogo na Amazônia Ocidental". Os trabalhos serão desenvolvidos apenas na região do Alto Juruá, AC. Este tema contará com a experiência de trabalho similar realizado na Fazenda Caiabi. Os próximos três temas são correlatos à temática principal, e utilizarão a infraestrutura a ser implantada. O sétimo tema é o "Estudo do Efeito da Queima de Biomassa da Floresta Amazônica na Biodiversidade de Fungos de Solos". A pesquisa será realizada apenas no município de Cruzeiro do Sul. A "Avaliação do Efeito do Fogo sobre a Fauna de Anfíbios em um Ambiente Natural, no Município de Cruzeiro do Sul, Acre" é o oitavo tema específico do projeto temático. O nono tema é a "Validação da Utilização de Unidades de Sentinelas, pelo Programa VIGIAR, como Forma de Captura de Dados Referentes a Agravos à Saúde, Decorrentes da Alteração da Qualidade do Ar em Regiões de Queimadas". Para se alcançar todos os objetivos desta pesquisa multidisciplinar, congregaram-se vários pesquisadores com especialidades distintas, oriundos de diversas instituições: UNESP, INPE, USP, UFAC, UnB, UNITAU, e Fundação Universidade Federal do Rio Grande. Haverá, ainda, a colaboração das seguintes instituições estrangeiras: University of Washington e United States Forest Service. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.