Busca avançada
Ano de início
Entree

Ferramenta de suporte a aplicações Smart Grid para tratamento de perdas comerciais e de parâmetros de qualidade de energia elétrica

Processo: 09/10452-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de agosto de 2009
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Ciência da Computação - Sistemas de Computação
Pesquisador responsável:Jose Ricardo Portillo Navas
Beneficiário:Ernani Negreiros Ribeiro
Empresa:KNBS Telecomunicações e Informática Ltda
Vinculado ao auxílio:08/53428-0 - Ferramenta de suporte a aplicações Smart Grid para tratamento de perdas comerciais e de parâmetros de qualidade de energia elétrica, AP.PIPE
Assunto(s):Rede elétrica inteligente

Resumo

O conceito de Smart Grid, consiste no acréscimo de inteligência à rede de distribuição de energia elétrica, permitindo que esta seja capaz de detectar eventos relevantes que comprometam seu funcionamento, bem como gerenciar qualitativa e quantitativamente a utilização da energia fornecida aos usuários finais, executando, de forma automatizada, as ações preventivas e corretivas correspondentes.O projeto proposto consiste no desenvolvimento de uma infra-estrutura modular de rede Smart Grid,sobre a qual serão desenvolvidas aplicações inicialmente identificadas como relevantes, mas permitindo a agregação futura de novas funcionalidades. As aplicações Smart Grid a serem implementadas no escopo deste projeto visam o controle da qualidade da energia elétrica entregue a grandes consumidores de Energia Elétrica em média tensão, e a caracterização das perdas comerciais referentes a estes consumidores. As aplicações constituem módulos funcionais (software) residentes em um Servidor Central que tele-comanda com propósitos específicos, controles e medições adicionais referentes às instalações das Unidades Consumidoras. Serão também prototipados no escopo do projeto proposto, dispositivos que coletam remotamente as informações que devem ser transmitidas para o Servidor Central, viabilizando desta forma testes de conceitos para as concessionárias e permitindo uma oferta diferenciada no mercado, adequada ao ambiente atual implantado.A arquitetura do sistema é totalmente orientada a objetos e o ambiente de desenvolvimento está preferencialmente baseado no uso de software livre (open source). Alguns dos programas já utilizados são: sistema operacional Linux, base de dados relacional PostgreSQL, e ferramentas de desenvolvimento orientadas ao ambiente internet baseadas em Java. O ambiente de desenvolvimento proposto é o mesmo utilizado pela empresa atualmente em seus projetos.O mercado-alvo do produto resultante do projeto proposto são as empresas do setor de distribuição de Energia Elétrica, incluindo concessionárias e cooperativas, para as quais a modernização da rede envolvendo a implantação de uma Smart Grid constitui-se em fator essencial para o atendimento de objetivos estratégicos, que abrangem tanto o aspecto econômico-financeiro, quanto os aspectos sociais e ambientais.O Modelo de Negócios para a oferta da solução consiste na disponibilização direta para o cliente do Sistema Aplicativo, bem como das ações necessárias para sua colocação em operação de forma integrada entre si e o ambiente do cliente, a capacitação deste para sua efetiva utilização e a manutenção da continuidade do funcionamento do produto nas condições especificadas. Consiste, portanto, da venda de um conjunto de produtos e de serviços associados. O Dispositivo de Comunicação será licenciado a fabricantes de medidores de energia elétrica, os quais poderão efetuar sua incorporação à mecânica de seus medidores ou mantê-los como dispositivos independentes. Os Dispositivos de Comunicação serão comercializados diretamente pelos fabricantes de medidores para as empresas concessionárias, sendo que a KNBS receberá royalties sobre as vendas realizadas.O apoio PIPE, para a Fase I, conforme a metodologia apresentada, será focado no estudo de viabilidade técnica da solução.O produto objeto do projeto consiste em um desenvolvimento inédito no país e será implementado seguindo os padrões da ABNT para a comunicação entre os elementos da rede de distribuição e o Sistema Aplicativo. Portanto, o fato de não possuir concorrentes identificados no país com as mesmas características constitui-se em vantagem competitiva para as aplicações resultantes do projeto.