Busca avançada
Ano de início
Entree

Estrutura cromossômica e caracterização cariotípica no gênero Characidium (Teleostei, Characiformes, Crenuchidae)

Processo: 10/19971-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2011
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Pesquisador responsável:Fausto Foresti
Beneficiário:Priscilla Cardim Scacchetti
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):13/01906-3 - Sequenciamento massivo de segmentos associados a sítios de restrição (rad) para a identificação de marcadores moleculares relacionados ao sexo em Characidium (Characiformes, Crenuchidae), BE.EP.DR
Assunto(s):Citogenética   Hibridização in situ   Microdissecção   Heterocromatina

Resumo

Os estudos em citogenética de peixes Neotropicais tem se expandido consideravelmente nos últimos anos, principalmente devido à incorporação de novas técnicas de obtenção e interpretação de dados cariotípicos. O aperfeiçoamento de técnicas de bandamento cromossômico, o emprego de fluorocromos base específicos, o uso da metodologia de análise filogenética e a hibridação in situ com sondas fluorescentes têm sido responsáveis em grande parte pela expansão do conhecimento e compreensão dos processos evolutivos que ocorrem em peixes Neotropicais. Nesse sentido, o desenvolvimento de sondas específicas como as de genes ribossômicos e de histonas, constituídas por DNA de moderada repetitividade, as de DNA altamente repetitivo (DNA satélite) e o advento da microdissecção cromossômica, método que possibilita o isolamento direto do DNA de qualquer região citogeneticamente reconhecida, tem possibilitado a identificação e localização de segmentos específicos em cromossomos metafásicos, com o uso da técnica denominada FISH, ampliando ainda mais as perspectivas de análise e estudo nesse grupo de vertebrados. No entanto, o relacionamento entre muitos grupos necessita ainda de um melhor esclarecimento. O presente estudo se insere no programa geral de estudos de Citogenética e Genética Molecular de Peixes Neotropicais em desenvolvimento no Laboratório de Biologia e Genética de Peixes (IBB/UNESP/BOTUCATU), que tem como objetivo principal a análise citogenética convencional e em nível molecular de espécies e populações de peixes do gênero Characidium das principais bacias hidrográficas brasileiras. O trabalho terá por base a análise citogenética convencional, com a aplicação das técnicas de coloração por Giemsa, RONs e bandamento C para caracterização do número diplóide, fórmula cariotípica, identificação de cromossomos sexuais e cromossomos B; e também de técnicas moleculares, com a aplicação dos fluorocromos bases específicos CMA3 e DAPI, localização dos genes de DNAr 18S e 5S, distribuição cromossômica das sequências teloméricas (TTAGGG)n, localização de clusters para as proteínas histônicas H1, H3 e H4, identificação cromossômica de elementos retrotransponíveis Rex1 e Rex3 e também a microdissecção dos cromossomos sexuais e supranumerários ou B, para produção de sondas e sua hibridização in situ em cromossomos mitóticos. Espera-se, com isso, caracterizar espécies de Characidium ainda desconhecidas citogeneticamente, mapear fisicamente as sequências gênicas referidas em seu genoma e ainda caracterizar a abrangência territorial de ocorrência do sistema sexual ZZ-ZW existente em algumas espécies. Tais informações poderão auxiliar na compreensão do processo de diversificação cariotípica neste grupo de peixes e, por conseguinte, dos mecanismos envolvidos na sua especiação.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SCACCHETTI, Priscilla Cardim. Esttrutura cromossômica e caracterização cariotípica no gênero Characidium (Teleostei, Characiformes, Crenuchidae). 2015. 106 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Instituto de Biociências (Campus de Botucatu)..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.