Busca avançada
Ano de início
Entree

Clonagem e caracterização de promotores dos genes MADS-box do grupo B em Passiflora edulis (Passifloraceae)

Processo: 11/02750-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2011
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Fisiologia Vegetal
Pesquisador responsável:Marcelo Carnier Dornelas
Beneficiário:Conrado de Campos Gonçalves
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Passiflora   Floração   Maracujá   Expressão gênica

Resumo

Em Passiflora, a grande diversidade morfológica nas estruturas florais instiga o estudo de sua origem evolutiva, pela sua importância na interação com diferentes agentes polinizadores. Os mecanismos moleculares envolvidos nesta diferenciação ao longo do processo evolutivo certamente englobam mudanças no padrão de expressão, de genes regulatórios como fatores de transcrição da família MADS-box. Alguns genes desta família estão envolvidos no clássico modelo ABC de determinação da identidade dos órgãos florais em angiospermas. Este modelo supõe que genes do grupo A contribuem para a formação de sépalas. A expressão simultânea de genes do grupo A com genes do grupo B determinam a formação de pétalas. A ação simultânea de genes do grupo B com genes do grupo C determina a formação de estames e a presença dos produtos dos genes do grupo C no centro da flor determina a formação de carpelos. Duplicações e diferenças no padrão de expressão de genes da função B ao longo da evolução resultaram na formação de estruturas inovadoras no perianto de alguns grupos de angiospermas. Uma vez que em Passiflora a principal inovação morfológica floral é o verticilo contendo os filamentos da corona, o presente estudo pretende clonar e caracterizar os promotores dos genes MADS do grupo B em Passiflora, o que contribuirá para o entendimento dos mecanismos moleculares envolvidos na evolução do perianto nestas espécies e, eventualmente, esclarecer a origem evolutiva dos filamentos da corona.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)