Busca avançada
Ano de início
Entree

Impacto da intervenção de doutores-palhaço nos sintomas de ansiedade e depressão de pacientes com câncer

Processo: 11/13231-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2011
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Psiquiatria
Pesquisador responsável:Sandra Scivoletto
Beneficiário:Guilherme Kenzzo Akamine
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Depressão   Neoplasias   Ansiedade

Resumo

Introdução: Pacientes com câncer frequentemente possuem transtornos ansiosos e depressivos como comorbidades, que trazem impactos negativos significativos no prognóstico do câncer desses indivíduos, além de acarretarem prejuízos em seu funcionamento e em sua qualidade de vida. Apesar disso, muitos casos passam despercebidos e não recebem o devido tratamento. O trabalho com palhaços dentro de hospitais vem se difundindo pelo mundo cada vez mais nas últimas décadas e alguns estudos sobre os efeitos que ele traz ao paciente internado já vem surgindo na literatura. O atendimento hospitalar com palhaços pode ser uma alternativa para complementar o cuidado a esses pacientes oncológicos internados. Contudo, ainda não há trabalhos na literatura analisando os efeitos desse tipo de intervenção na saúde mental de pacientes internados. Objetivos: Avaliar o impacto do atendimento com palhaços na evolução de sintomas ansiosos e depressivos de pacientes oncológicos em internação hospitalar, comparando-os com um grupo controle (sem intervenção). Hipótese: A intervenção com palhaços diminui os sintomas ansiosos e depressivos de pacientes oncológicos internados, quando comparado com grupo de pacientes oncológicos sem esta intervenção. Métodos: O instrumento HADS (Hospital Anxiety and Depression Scale) será usado para avaliar os sintomas ansiosos e depressivos dos pacientes do grupo que recebeu a intervenção do palhaço e do grupo controle. Também serão coletados dados como idade, gênero, anos de diagnóstico do câncer, tempo de internação anterior à sua inclusão na pesquisa, tipo de neoplasia, escolaridade, estado civil e tipo de tratamento clínico atual. Todas essas variáveis serão compreendidas na análise estatística de modelos de efeitos mistos.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.