Busca avançada
Ano de início
Entree

Correlações de partículas no detector CMS no LHC

Processo: 11/00217-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 31 de agosto de 2016
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física Nuclear
Pesquisador responsável:Sandra dos Santos Padula
Beneficiário:Sunil Manohar Dogra
Instituição-sede: Instituto de Física Teórica (IFT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/01907-0 - Centro de Pesquisa e Análise de São Paulo, AP.TEM
Assunto(s):Partículas (física nuclear)   Colisão de partículas   Emaranhamento quântico   Grande Colisor de Hádrons

Resumo

As correlações entre partículas idênticas, amplamente estudadas há décadas em colisões a altas energias, representam uma área bem consolidada, sendo importante ferramenta para sondar as dimensões dos sistemas emissores de partículas, formados nessas colisões. O projeto de pesquisa se propõe investigar as correlações entre partículas produzidas em colisões proton-próton (pp) e chumbo-chumbo (PbPb), no detector CMS do LHC. Medidas de tais correlações foram realizados no CMS em colisões pp a 0.9, 2.36 e 7 TeV. O presente projeto de pesquisa visa estender tal análise de modo a medir funções de correlação multidimensionais, em termos de componentes bem conhecidas do momento relativo das partículas, em colisões pp a 7 TeV e posteriormente a 2.76 TeV correspondente à tomada de dados breve ocorrida já em 2011. Tal análise deverá servir ainda como referência a um estudo semelhante, já em desenvolvimento, no caso de partículas produzidas em colisões PbPb no LHC, com dados obtidos no detector CMS durante a tomada de dados de 2010. (AU)