Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento e produtividade da cana-de-açúcar no ciclo da cana-planta com aplicação de efluente de esgoto tratado via gotejamento subsuperficial

Processo: 11/15272-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Engenharia Agrícola - Engenharia de Água e Solo
Pesquisador responsável:Edson Eiji Matsura
Beneficiário:Natalia Florez Tuta
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia Agrícola (FEAGRI). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Evapotranspiração   Reflectometria no domínio do tempo (TDR)

Resumo

O Brasil é um dos principais produtores de cana-de-açúcar do mundo assim como de seus derivados. De acordo com o aumento na demanda por açúcar e bicombustível a área cultivada de cana de açúcar tem aumentado, e com isto o cultivo em áreas marginais, principalmente devido a clima e solo tem tido expansão. Desta forma, a irrigação tem potencial de uso em áreas com déficit hídrico. Por outro lado, o crescimento populacional, a demanda por alimentos, por produtos industrializados, dentre outros requer água. Desta forma, há necessidade de fazer uso eficiente dos recursos hídricos e de buscar fontes alternativas destes, para o setor agrícola. Uma alternativa para minimizar o consumo da água é o uso de águas residuárias, como por exemplo, o efluente de esgoto tratado (EET), no entanto, atualmente existe pouca informação que indique os efeitos do uso deste tipo de água residuária e de sua aplicação via gotejamento subterrâneo na cultura da cana-de-açúcar. Diante do exposto, o objetivo do presente trabalho será avaliar o efeito do uso do EET aplicado via gotejamento subterrâneo, em diferentes profundidades, no desenvolvimento e no consumo de água da cultura da cana-de-açúcar, comparado ao da cultura irrigada com água proveniente de reservatório e em condição de sequeiro. Na área experimental da Feagri/Unicamp, será estabelecido o cultivo da cana-de-açúcar variedade RB768515, com 5 tratamentos e 5 repetições (sem irrigação, irrigado via gotejamento subterrâneo a profundidades de 0,20 e 0,40 m com aplicação de água de reservatório e EET). Considerando a importância das características do solo no desenvolvimento da cana de açúcar e do monitoramento do solo quando da utilização de água residuária, serão feitas análises físicas, químicas e microbiológicas. O consumo de água pela planta será estimado durante o primeiro ciclo do cultivo por balanço hídrico de campo. Após a estimativa do consumo de água das plantas e com a estimativa da evapotranspiração de referência pelo método Penman-Monteith, será determinado o coeficiente de cultura. Durante o primeiro ciclo da cultura serão realizadas mensurações biométricas da planta tais como número de perfilhos, altura e diâmetro do colmo e índice de área foliar (IAF). Além disto, será avaliada a condutância estomática das plantas nos diferentes tratamentos durante o ciclo de cultivo. Finalmente, espera-se obter informação relevante sobre o uso do EET cultura da cana-de-açúcar, assim como do manejo adequado de EET quando aplicado com sistema de irrigação localizada subterrânea.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
TUTA, Natalia Florez. Desenvolvimento e produtividade da cana-de-açúcar no ciclo da cana-planta com aplicação de efluente de esgoto tratado via gotejamento subsuperficial. 2013. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Faculdade de Engenharia Agrícola.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.